Mulher tem milhares de reais sacados indevidamente de conta

Foto: ilustração -

Foto: ilustração -
Foto: ilustração –

Brusque – Uma mulher de 61 anos de idade, identificada como sendo Salete Doerne, declarou, ontem (3), na Delegacia de Polícia Civil de Brusque, que foi vítima de golpistas. De acordo com o seu relato para o plantão policial daquela unidade, no último dia 13 de setembro ela perdeu todos os seus documentos. Acontece que na segunda-feira (2), Feriado de Finados ela foi chegar a sua conta bancária da Caixa Econômica Federal.

Pra sua grande surpresa, ela se deparou com um verdadeiro rombo na conta corrente, no valor de exatos R$ 6.551,47.

Para não sofrer o mesmo que Salete, separamos algumas dicas sobre os procedimentos que devem ser adotados em caso de perda de documentos. As sugestões são do especialista em segurança pública e privada, Jorge Lordello:

Publicidade

1)  Ao notar falta de seus documentos pessoais, cartões magnéticos ou talões de cheques, dirija-se imediatamente à Delegacia de Polícia mais próxima e registre Boletim de Ocorrência.

2) Em seguida, ligue para o Serasa e para as associações comerciais locais e registre a subtração ou perda de seus documentos e talonários de cheques, pois, assim, os comerciantes filiados às duas entidades, após consulta, que normalmente fazem, impedirão compras ou abertura de crédito fraudulento.

3) Comunique imediatamente o banco e a operadora de seu cartão de crédito, no caso de subtração ou extravio dos cartões eletrônicos.

4) Não deixe para depois o que você pode fazer agora. Providencie a segunda via de seus documentos subtraídos o mais rápido possível.

5) Carregue cópia do boletim de ocorrência na sua carteira, mesmo depois de tirar a segunda via dos documentos pessoais.

6) Como medida cautelar, faça um anúncio à praça, em jornal de grande circulação de sua cidade, informando a perda de seus documentos, cartões e talonários de cheques. Guarde a página do jornal que publicou o anúncio, pois poderá ser fonte de prova, no caso de estelionatários praticarem golpes em seu nome.

por Wilson Schmidt Junior

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.