Médicos do Samu podem entrar em greve


SAMU
Foto: Secom Brusque – Brusque

Reunião marcada para às 20h desta quarta-feira (12), na Associação Catarinense de Medicina (ACM) pode selar o início de uma greve dos médicos que trabalham para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, também em Brusque, Guabiruba e Botuverá. O encontro deve reunir cerca de 300 profissionais ligados ao Sindicato dos Médicos de Santa Catarina (Simesc). Na ocasião, devem definir favoráveis ou não pela paralisação, por conta do não atendimento de nenhuma das reivindicações enviadas à Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), organização que administra o Samu em nível nacional.

As reivindicações pedem equiparação dos salários com outros profissionais da mesma classe, reajuste na hora trabalhada, vale-refeição. A decisão, agora, cabe a classe. De acordo com Joce Moraes Romancini, a probabilidade é baixa de que os socorristas brusquenses adiram ao movimento de paralisação.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.