Mário Hildebrandt é empossado presidente da Amve

O prefeito de Blumenau assume pela segunda vez liderança de entidade municipalista


Na tarde de quinta-feira, 2, a Associação de Municípios do Vale Europeu (Amve) realizou a solenidade de posse da diretoria executiva para a gestão 2023/2024. O presidente empossado, Mário Hildebrandt, prefeito de Blumenau, assume pela segunda vez o comando da entidade e segue no cargo por um ano.

Em seu pronunciamento de posse, o novo presidente falou da continuidade dos projetos em andamento encabeçados pela diretoria anterior, como também de novas iniciativas para fortalecer o debate em torno da mobilidade entre os municípios, interlocução do turismo, proteção dos cidadãos e defesa civil.

“Precisamos avançar em algumas pautas sem perder de vista reivindicações que não podem ser esquecidas, tais como conclusão da obra de duplicação da BR-470, investimentos nas rodovias estaduais, continuidade e apoio do governo do Estado em relação aos projetos já entregues no Plano 1000”, destacou Mário Hildebrandt.

Publicidade

Durante a solenidade, presidente da Amve entregou aos deputados estaduais Egídio Ferrari, Ivan Naatz e Napoleão Bernardes o Manifesto pelo Desenvolvimento do Vale Europeu e reforçou o pedido para que os parlamentares apresentem projetos em prol das demandas da região que constam no documento, especialmente propostas relacionadas à infraestrutura urbana, defesa civil e segurança pública. “Este documento representa os anseios da população e as prioridades que o Vale Europeu precisa para se desenvolver ainda mais e construir um futuro inovador e promissor”, reivindicou Hildebrandt.

Lembrando as dificuldades financeiras para limpeza e recuperação imediata dos municípios da região atingidos pelas fortes chuvas dos últimos dias, Hildebrandt pediu o apoio dos deputados para articulação com o Governo do Estado na garantia de recursos em momentos de emergência e calamidade, de forma que os municípios possam atender as necessidades imediatas dos cidadãos.

“Além disso, ressaltei a importância de apoio dos deputados para levar adiante a reivindicação em relação aos projetos do Plano 1000. Todos nós, sem exceção, fizemos e apresentamos projetos com responsabilidade e conforme a demanda da comunidade. Foram tirados recursos do caixa das prefeituras para a elaboração desses projetos e, por isso, pedimos apoio para que tenhamos a continuidade das obras que já iniciaram e o início daquelas que foram prometidas à comunidade”, reforçou o presidente da Amve.

Ao final da solenidade, o presidente falou que a Amve faz uma gestão coletiva, suprapartidária e respeitando a autonomia e as peculiaridades dos municípios. “Estamos preocupados com as entregas sem olhar questões partidárias. Vamos juntos construir um Vale Europeu cada vez melhor”, finalizou o presidente Mário Hildebrandt, prefeito de Blumenau.

A posse aconteceu durante a primeira assembleia geral do ano, realizada na sede da Amve, e reuniu prefeitos, vice-prefeitos, deputados estaduais, lideranças acadêmicas, empresariais e políticas da região.

Prestação de contas

Quem deixa o cargo de presidente da Amve é o prefeito de Ascurra, Arão Josino. Em sua fala de despedida, o prefeito destacou as mobilizações realizadas pela Associação no ano passado que reuniu lideranças e comunidade, ação denominada Vale Europeu em Movimento.

Arão Josino fez um relato das ações durante sua presidência. Citou as iniciativas realizadas em 2022 que aproximou a Amve da comunidade, dentre elas uma série de reuniões nos municípios para definição de prioridades, mostras em alguns segmentos culturais, circuito de futsal e divulgação das potencialidades turísticas.

O prefeito de Ascurra falou sobre as dificuldades que sua cidade encontra após os estragos da enxurrada do dia 17 de janeiro, ainda sem nenhum apoio financeiro do Estado ou da União. Arão apontou a demora dos trâmites burocráticos para a homologação e o reconhecimento do estado de emergência como o principal desafio dos municípios para a busca de recursos.

“Quando acontece uma catástrofe como essa, os municípios precisam de recursos para promover uma resposta imediata. Com os dados dos atingidos e dos danos causados pela enxurrada, temos que cadastrar isso em um sistema e aguardar o retorno dos governos estadual e federal. Esse trâmite demora muito e nossos munícipes não podem esperar esse tempo. Por isso, acabamos tendo que retirar recursos do já apertado caixa municipal para atender essa demanda, tendo que adiar ou até cancelar outras políticas públicas planejadas para atender essa situação emergencial, desabafou.

Diretoria executiva empossada

Presidente: Mário Hildebrandt – prefeito de Blumenau
Vice-presidente Institucional: Arão Josino da Silva – prefeito de Ascurra
Vice-presidente de Políticas Públicas: Arrabel Murara – prefeita de Benedito Novo
Vice-presidente de Articulação Política: André Luiz Moser – prefeito de Indaial
Tesoureiro: Jorge Augusto Krüger – prefeito de Timbó

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.