Legislativo autoriza repasse de R$ 100 mil da Prefeitura à PMSC para a compra de munição

Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de Brusque aprovou durante a sessão ordinária desta terça-feira, 12 de abril, em regime de urgência, o Projeto de Lei Ordinária nº 29/2022, de origem executiva, que “Autoriza o Município de Brusque a repassar verba dos Convênios de Radiopatrulha e Gestão Compartilhada à Polícia Militar do Estado de Santa Catarina – PMSC, e dá outras providências”.

O texto prevê um repasse de R$ 100 mil da Prefeitura para a PMSC, para a aquisição de 22 mil munições que serão destinadas ao batalhão de Brusque (18º BPM). Vereadores ocuparam a tribuna para discutir a matéria. Jean Pirola (PP) ressaltou o empenho dos governos brusquenses em apoiar o trabalho da PMSC e teceu críticas ao governo estadual: “A Polícia Militar, por lei, deveria ser mantida pelo Estado de Santa Catarina, pelo governador. O que me deixa muito indignado é ler nos noticiários que Brusque, estando entre as dez cidades catarinenses que mais arrecadam, sendo a segunda mais segura para viver, tem o menor efetivo da PMSC per capita. Isso é uma vergonha. Estamos vendo prefeituras recebendo dinheiro a rodo nesse ano eleitoral e a PMSC jogada às traças”, protestou.

Em aparte, Ivan Martins (Republicanos) afirmou que Brusque sempre foi negligenciada por todas as gestões estaduais e não só quanto à Segurança Pública. “Desde a década de 1990 que a PMSC vem sendo mantida pela Prefeitura, pelo convênio feito com o município. Os governadores que passaram, deixaram muito a desejar à nossa cidade e quando chega a época de eleição vem todo mundo bater à nossa porta”, defendeu.

Publicidade

Ao retomar a palavra, Pirola citou os extintos Fundo de Melhoria da Polícia Militar (Fumpom) e Fundo Municipal de Reequipamento do Bombeiro (Funrebom) e disse que eram significativos os valores anualmente repassados pela Prefeitura, por meio desses mecanismos, às respectivas corporações militares.

Por fim, ele parabenizou a administração municipal pelos convênios que agora atendem a PMSC e os bombeiros. “Brusque é exemplo em nível nacional em Segurança Pública, mas infelizmente é esquecida pelo governo do Estado”, opinou. Jocimar dos Santos (DC) contribuiu com o debate apontando que a PMSC enfrenta dificuldades em todo o território catarinense.

“A PM tem enfrentado falta de efetivo, veículos, armamentos, mas tem feito o seu trabalho muito bem”, ponderou. “O município tem entrado com a sua contrapartida e com certeza sempre vai ter o apoio dos vereadores, porque não adianta nada termos uma boa casa, emprego, saúde, mas não termos segurança”, concluiu.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.