Jean Dalmolin pleiteia a abertura de um Centro Dia para Idosos em Brusque

Ele defende que a cidade “possui demanda suficiente para justificar uma parceria entre os governos municipal e estadual para instalação da estrutura”

jean dalmolin
Jean Dalmolin (Republicanos), sobre o CDI: "A ideia não é fazer desse local um asilo". Foto: Talita Garcia/Imprensa Câmara Brusque.

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 7 de dezembro, o vereador Jean Carlo Dalmolin (Republicanos), falou sobre requerimentos de sua autoria que sugerem o envio de mensagens ao prefeito de Brusque e ao governador de Santa Catarina manifestando apoio à implantação de um Centro Dia para Idosos (CDI) no município, nos termos das Leis Federais 8.842/1994 – Política Nacional do Idoso, e 10.741/2003 – Estatuto do Idoso.


“A ideia não é fazer desse local um asilo”, ressaltou o parlamentar, explicando que os CDIs funcionam nos períodos matutino e vespertino, tendo como público-alvo idosos dependentes ou que possuam deficiências temporárias e necessitam de assistência médica ou multiprofissional, mas não dispõem de atendimento integral ou parcial em domicílio. Ao final do dia, o usuário retorna à sua casa e ao convívio de seus familiares.


Uma das proposições de Dalmolin – o Requerimento 190/2021 – registra que a sugestão é oriunda do Conselho Municipal do Idoso e “tem por objetivo proporcionar aos idosos semidependentes, cujas famílias não tenham condições de prover cuidados ao longo do dia, um espaço de acolhimento, proteção e convivência”. O texto prossegue apontando que “Brusque possui demanda suficiente para justificar uma parceria entre os governos municipal e estadual para instalação dessa estrutura, que é uma das ferramentas do Sistema Único de Assistência Social”.

Publicidade


O vereador exemplificou que as cidades de Lages, Rio do Sul e Cocal do Sul já contam com os seus CDIs. Esses espaços possuem salas de atendimento individualizado, de atividades coletivas, de repouso e piscina aquecida. Suas equipes multidisciplinares são compostas por psicólogo, assistente social, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, enfermeiro, educador físico, educador social, cuidadores, auxiliar de serviços gerais, agente administrativo e coordenador.
Ele pontuou, ainda, que Santa Catarina é o estado com a maior longevidade do país. De acordo com dados do IBGE citados pelo edil, os catarinenses vivem em média 79,7 anos – três anos e quatro meses a mais que a média nacional, que é de 76,3 anos.


“O objetivo desse[s] requerimento[s] é reconhecer a importância dos idosos para a sociedade, buscando promover melhores condições de vida para aqueles que já fizeram muito pela família e pela comunidade”, argumentou o republicano.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.