Hospital Azambuja faz história e realiza primeira cirurgia cardíaca pelo SUS na cidade

Paciente aguardava há mais de um ano pelo procedimento, que foi possível realizar na cidade por meio da habilitação de cirurgias de alta complexidade em cardiologia, junto ao Governo do Estado

hospital azambuja
Foto: carinha Machado

O Hospital Azambuja realizou na manhã desta quarta-feira, 14 de junho, a primeira cirurgia cardíaca pelo Sistema Único de Saúde, logo após a conquista da habilitação da alta complexidade em cardiologia junto ao Governo do Estado. O paciente, morador de Brusque, aguardava há mais de um ano pelo procedimento, e foi encaminhado pela Central de Regulação do Estado.

A cirurgia cardíaca marca o início dos atendimentos no Hospital Azambuja para pacientes de Brusque e todo Vale do Itajaí, que a partir de agora, poderão ser encaminhados à instituição para realização de seus procedimentos, diminuindo a fila de cirurgias eletivas existente no Estado de Santa Catarina. O hospital também está habilitado para realizar atendimentos ambulatoriais e procedimentos de urgência e emergência na área de cardiologia.

“É uma satisfação ver o resultado desse trabalho de articulação do nosso governo com os hospitais. Estive no Hospital Azambuja, junto com a equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde para alinhar essa habilitação e em 15 dias estamos vendo a primeira cirurgia acontecer”, afirma o governador Jorginho Mello.

Publicidade

Atualmente, 1638 pacientes aguardam por cirurgia cardíaca na região do Vale do Itajaí. Segundo a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto “essa conquista é o resultado do esforço que a SES vem realizando para ampliação das habilitações em todo o Estado, possibilitando que os pacientes sejam atendidos mais próximos de sua residência. Agora o trabalho é para que ocorra também a habilitação do serviço pelo Ministério da Saúde”, enfatiza.

A cirurgia teve duração de quase quatro horas, com o objetivo de restabelecer o fluxo sanguíneo adequado para o músculo cardíaco (miocárdio) do paciente, que apresentava obstruções graves nas artérias do coração (coronárias). A equipe médica que conduziu a cirurgia foi composta pelos cirurgiões Dra. Rochele Lorenzi Pol, Dra. Thaís Isabel Lumikoski e Dr. Luis Bongiolo Mattos; pelos anestesiologistas Dr. Marcelo Kamimoto Eckmann Helene e Dr. Renan Sossella e foi acompanhada pela cardiologista Dra. Flávia Gomes Galdeano. Além disso, uma equipe de enfermagem, liderada pelo enfermeiro coordenador do Centro Cirúrgico, Altair Santos Hahn, atuou durante todo o procedimento. Após a cirurgia, o paciente foi encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde recebe acompanhamento médico constante, com previsão de transferência para o quarto nos próximos dias.

“É um grande privilégio para nossa equipe fazer parte da história do Hospital Azambuja e da cidade de Brusque. Ficamos felizes em contribuir com esse grande avanço na qualidade da saúde da cidade, podendo agora oferecer aos cidadãos brusquenses serviço de alta complexidade na cardiologia. Parabenizamos toda equipe do hospital que se empenhou muito para que a primeira cirurgia cardiovascular fosse possível”, comenta a médica, Dra. Rochele.

Dr. Kamimoto também destaca o trabalho de inúmeros profissionais, que se engajaram na realização do procedimento, que foi muito comemorado pela equipe, como técnicos de enfermagem, enfermeiros, profissionais que atuam na área de Farmácia e Compras, montagem de kits cirúrgicos, manutenção, limpeza, todos envolvidos direta ou indiretamente, dando sua contribuição neste momento que marca o início de uma nova história.

Marco para Brusque

De acordo com o diretor administrativo do Azambuja, Pe. Nélio Schwanke, a cirurgia cardíaca realizada neste dia 14 de junho, marca significativamente a história do hospital e da cidade de Brusque. “O Hospital Azambuja está há 120 anos prestando seus serviços à população de Brusque e à comunidade da região. E ao longo desse tempo o hospital foi evoluindo passo a passo. O momento que vivemos agora, em que realizamos a primeira cirurgia cardíaca em nosso hospital, é muito importante para a cidade, para o hospital e para mim mesmo, que já fui operado duas vezes do coração e em ambas as ocasiões, precisei ser deslocado para outras cidades, até mesmo para outro Estado. Hoje vimos isso se tornar realidade no Hospital Azambuja, algo que parecia tão distante e agora está à disposição da comunidade, com o apoio da secretária Carmen Zanotto, do governador Jorginho Mello e do empresariado local, que sempre foi parceiro da nossa instituição. Esperamos que o Azambuja continue passo a passo evoluindo e oferecendo seus serviços à toda comunidade”, ressalta.

Para o diretor técnico do hospital e médico intensivista, Dr. Eugênio José Paiva Maciel, a habilitação em alta complexidade na área de cardiologia é um sonho alcançado. “É um dia importante hoje, um marco na trajetória do Hospital Azambuja, que nos últimos anos buscou a criação desse serviço e o tornou realidade. Todos os profissionais e equipes do hospital estão empolgados com essa conquista. É a realização de um sonho de poder ajudar as pessoas. Hoje somos um hospital de referência e vamos crescer ainda mais”, enfatiza ele, que ressalta a atuação do empresariado local em campanhas para aquisição de equipamentos e modernização do hospital.

O secretário municipal de Saúde, Dr. Osvaldo Quirino de Souza, também reforça a importância dessa conquista para o Hospital Azambuja e para toda população. “A cirurgia cardíaca é um procedimento de altíssima complexidade, que exige uma grande capacidade técnica dos seus realizadores, uma grande capacidade operacional, com uma logística especial para sua realização com máquinas e equipamentos para circulação extracorpórea, uma UTI preparada para receber o paciente pós-operação, enfim, um procedimento que graças ao esforço de muitos, aconteceu. O Hospital Azambuja está de parabéns pelo crescimento e magnitude dos trabalhos que ali são feitos, como também toda sua diretoria, corpo técnico, os empresários que participam da direção do hospital, a comunidade de Brusque que tanto ajuda a instituição, o grupo político que trabalha incansavelmente junto às autoridades do Estado e do Governo Federal para que esses procedimentos de alta complexidade e altos custos venham para a cidade. Isso mostra que o esforço coletivo vem ao encontro dos anseios de toda população, e hoje caracteriza-se como um marco na história da medicina de Brusque”, frisa.

O provedor do Hospital Azambuja, empresário Luciano Hang, também enaltece a conquista para a instituição e para toda região. “Quero parabenizar o Hospital Azambuja, bem como os empresários de Brusque e região que contribuíram para que isso acontecesse. Era um sonho do hospital ter uma hemodinâmica e, mais do que isso, tê-la disponível ao SUS, como também iniciarmos a realização de cirurgias cardíacas. Hoje, temos uma máquina de primeiro mundo, aliás, quando compramos era a mais moderna do planeta e que agora serve a toda população da região pelo SUS. Esse era o nosso propósito, capacitar o hospital para atender, principalmente, as pessoas mais necessitadas de atendimento em Brusque e região. Parabéns ao hospital, equipe e, principalmente, aos empresários de Brusque e região, que colaboraram para que isso pudesse se tornar realidade”, comenta.

Habilitação estadual

Importante ressaltar que a habilitação de toda parte de cardiologia do Hospital Azambuja foi confirmada já no final do mês de março deste ano, pelo Governo do Estado. Nos meses de abril, maio e agora em junho já foram realizados diversos procedimentos, dentro desta habilitação. No dia 29 de maio, em visita ao Hospital Azambuja, o governador Jorginho Mello e a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, reforçaram a parceria com o Hospital Azambuja, ressaltando que o próximo passo é conquistar a habilitação via Ministério da Saúde.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.