Homem é condenado por tentar matar conhecido a golpes de foice em Brusque

Foto: Divulgação

Um homem foi condenado a oito anos de reclusão por tentar matar um conhecido depois de uma discussão em um bar no bairro Dom Joaquim, em Brusque. No dia 5 de abril de 2022, os dois estavam embriagados e começaram um bate-boca. Depois da discussão, o réu saiu do local e foi para casa. Voltou com uma foice e, ao encontrar a vítima no pátio de uma igreja próxima ao bar, deu-lhe vários golpes, principalmente na região da cabeça e fugiu. O júri aconteceu na última sexta-feira (26/5). 

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri acolheu a tese do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e o homem foi condenado a oito anos de reclusão por tentativa de homicídio qualificada por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. 

A Promotora de Justiça Susana Perin Carnaúba demonstrou ao júri que a vítima foi pega de surpresa com os golpes desferidos pelo acusado. A vítima e o réu haviam se desentendido algumas vezes em outros bares da cidade, mas, naquele dia, o bate-boca por motivos banais terminou em crime. A vítima só não morreu porque recebeu socorro imediato. Foi levado ao Hospital Azambuja, onde permaneceu intubado na UTI.  

Publicidade

Após o crime, o homem fugiu do local, jogou a foice no terreno de sua família e se escondeu numa mata próxima. Depois das buscas, a Polícia Militar localizou o réu e a arma. Autuado em flagrante ele teve a prisão convertida em preventiva e mantida. Ele está preso há um ano, um mês e 22 dias e não pode recorrer em liberdade. 

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.