Instrutor de auto escola dá explicação para agressão de homem de 59 anos de idade

Foto: reprodução/Sistema de vídeo monitoramento -

Foto: reprodução/Sistema de vídeo monitoramento -
Foto: reprodução/Sistema de vídeo monitoramento –

Brusque – O homem que agrediu Nelso Till, um senhor de 59 anos de idade, em um posto de combustíveis no Centro, entrou em contato com a reportagem de Olhar do Vale (ODV) para tentar se explicar acerca do ocorrido. Entre outras coisas, ele explica que quem começou a briga foi Till, mesmo tendo sido o instrutor de auto escola o responsável por retornar ao encontro do homem para buscar satisfações.

Segue o relato do agressor, que não autorizou a divulgação de sua identidade, foi Nelso quem começou a briga. Segue:

“Eu estava indo levar um aluno no terminal urbano, me deslocava pela Lauro Muller pegando no semáforo sentido a ponte dos bombeiros. Quando o semáforo abriu para os veículos a gente foi fazer a conversão. Estava lá um senhor na faixa de pedestre querendo atravessar, eu reduzi a velocidade, baixei a janela do veículo e falei pra ele: ‘olha, o sinal do pedestre está fechado’. Ele me xingou com vários palavrões e eu não dei bola e segui. Deixei o aluno no terminal e retornei pela ponte do chafariz para ir ao pátio de treinamento prático. No semáforo da Pedro Werner com a Lauro Muller encontrei com ele atravessando sentido ao posto de gasolina. Foi aí que eu entrei no posto e fui falar com ele sobre ele ter me xingando, sendo que o errado era ele. E comentei: ‘o senhor não sabe que se deve respeitar o sinal? O senhor está bem velhinho para isso’. Foi aí que ele começa a tirar o óculos e me chama para brigar. Eu até menciono de voltar para o veículo quando ele começa me chutar. É aí que no segundo chute eu seguro o pé dele e ele foi ao chão até aí eu só segurei ele. Quando ele levanta nesse primeiro momento ele volta a querer confusão e para me defender eu dei um soco e ele, nesse segundo momento, cai próximo a bomba de gasolina. Só que as filmagens não mostram que ele levanta e vai no veículo dele e pega uma enxada e parte pra cima do veículo da autoescola”.

Publicidade

Relembre o fato

A Polícia Militar de Brusque atendeu um caso de vias de fato entre dois homens no final de manhã desta sexta-feira, 3 de março. De acordo com informações apuradas pela reportagem de Olhar do Vale (ODV), o fato transcorreu nas dependências do Posto do Márcio, localizado na Rua Lauro Muller, no Centro.

A motivação da briga, segundo apuramos, seria um desentendimento no trânsito entre os dois. Por volta de 11h, um homem de 24 anos de idade teria se incomodado com o comportamento de Nelso Till, de 59 anos, encontrando-o no pátio do estabelecimento comercial, a fim de tirar satisfações. O senhor teria atravessado em uma faixa de pedestres com o sinal aberto para veículos.

O homem é instrutor da Auto Escola Marijá e estava com o veículo da empresa, um Chevrolet Onix, ano 2014/2014, com placas MLT 1182 de Brusque. Nelso, por sua vez, como já dito, estava a pé.

Segundo a versão de policiais militares procurados por ODV, após provocações mútuas, o homem foi para cima de Nelso, que bem que tentou revidar, mas foi derrubado, recebendo diversos golpes do jovem, que deixou o local após bater em Till. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu localizar o agressor, que retornou para dar explicações.

Os militares colheram imagens do sistema de vídeo monitoramento, assim como, também, levantaram informações com os brigões e testemunhas. A vítima teve lesões leves na cabeça e braço. Foi lavrado um Termo Circunstanciado em desfavor do instrutor.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.