Governador reúne força-tarefa para pronta resposta a ocorrências das chuvas em SC

governador jorginho mello

O governador Jorginho Mello concedeu uma entrevista coletiva no começo da noite desta sexta-feira, 6, na sede da Defesa Civil estadual. Ele falou sobre a projeção climática para os próximos dias e o que foi tratado na reunião conjunta com as secretarias e órgãos do estado envolvidos no trabalho de minimizar os possíveis estragos das chuvas. A partir desta sexta se junta ao grupo também o Exército Brasileiro que deve participar das ações quando for necessário.


A reunião foi aberta pelo governador e não foi encerrada formalmente, isso porque todos os envolvidos vão permanecer em atenção para qualquer eventualidade. Isso faz parte da estratégia de antecipar os fatos e possíveis problemas. “Já mandamos um helicóptero pra Rio do Sul e Criciúma, porque daqui a pouco não se chega lá porque vai fechar o tempo. Entendi que nesse momento é muito melhor eu ficar aqui pra que a gente faça esse comando em parceira com todos os órgãos”, explicou Jorginho Mello.

A previsão mantém a indicação de fortes chuvas em praticamente todo o estado, especialmente no Alto Vale do Itajaí, em cidades como Blumenau e Rio do Sul e vizinhança. A Secretaria de Proteção e Defesa Civil já está articulando com as defesas civis municipais o envio de alimentos, colchões, cobertores entre outros itens.

A Secretaria da Saúde também está de prontidão para o envio de medicamentos em caso de necessidade e a Secretaria da Infraestrutura segue a postos para desobstruir estradas que venham a ser atingidas por deslizamentos.

Canoinhas

O secretário de Proteção e Defesa Civil, Coronel Armando, falou sobre o temporal que atingiu a cidade de Canoinhas na ultima quarta-feira, 5, e que se cogitou ser uma microexplosão ou tornado. Os técnicos da pasta analisaram o fato e descartaram as duas possibilidades. “Não caracterizamos numa situação de microexplosão”, esclareceu o secretário.

Coronel Armando também falou sobre o panorama para os próximos dias. “Mais de 150 mm de chuva em poucas horas. Às vezes isso é o que chove em meio mês. O problema é que essa chuva se concentra num mesmo local. Somando-se sempre as outras que já vieram. O nosso solo não está absorvendo toda essa água. Então a quantidade é maior, o nível dos rios já está mais alto, a terra está mais frágil pode haver deslizamento nesse momento então a gente tem que estar atento a essa situação”

Publicidade

Boletim do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

Desde o dia 03, terça-feira, quando iniciou a chuva em Santa Catarina, o CBMSC atendeu 184 ocorrências, em 76 municípios. Foram 45 atendimentos a mais entre o final da tarde de ontem e esta manhã.

A corporação atua com a antecipação e monitoramento 24 horas da situação, para a segurança dos cidadãos.

A equipe de Força-Tarefa 04, do batalhão de Criciúma foi acionada nesta manhã, por conta do aumento no nível do Rio Sangão, bem como ocorrências em Urussanga.

A equipe da Força-Tarefa 08, de Tubarão já está no nível de prontidão, ou seja, os militares já estão concentrados no Batalhão, com os equipamentos prontos para atuação quando necessário.

Recursos empregados até o momento

285 bombeiros e 115 viaturas já foram empenhados para atendimento das ocorrências relacionadas com as chuvas.

Três equipes de Forças-Tarefa (FT) já estão atuando no 15º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), com sede em Rio do Sul. Os militares destas FT são especialistas em Busca e Resgate em Inundações e Enxurradas (BRIE) e foram deslocados com embarcações, viaturas e equipamentos necessários para reforço e pronta operação.

As equipes deslocadas são de São José (10º BBM), Xanxerê (14º BBM) e Curitibanos (2º BBM). Já o helicóptero Arcanjo 03 é de Blumenau (3º BBM).

Todas as equipes de Força-Tarefa do estado estão em sobreaviso para caso seja necessário emprego, além do Batalhão de Ajuda Humanitária (BAjH).

Em Florianópolis foi montada uma sala de situação do CBMSC dentro da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, coordenada pelo Comandante-Geral, coronel Fabiano de Souza, com integrantes do comando da corporação, trazendo decisões e monitoramento 24 horas.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.