Governador Carlos Moisés se manifesta sobre uso de avião

Modelo Cessna Citation II 550 que foi vendido pelo governo em 2019 Foto: Bruno Orofino/Jetphotos.ne

O governador Carlos Moisés se manifestou nessa terça-feira, 15, a respeito das especulações sobre o uso de avião do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC) para deslocamentos no estado e fora dele.

O chefe do Executivo lembrou que uma das primeiras medidas que tomou quando assumiu o cargo, ainda em 2019, foi a venda de um jato modelo Cessna Citation II 550, avaliado em R$ 3,2 milhões, que ficava permanentemente à disposição do gabinete do governador. A operação e manutenção da aeronave custava cerca de R$ 5 milhões por ano aos cofres públicos.

Além disso, até 2019, a Casa Civil possuía sua própria aeronave, que também estava permanentemente à disposição do governador. Apenas entre 2017 e 2018, os gastos com este avião representaram R$ 9,3 milhões. Cerca de R$ 1 milhão eram usados anualmente para pagamento de combustível.

Publicidade

“Por iniciativa minha, esse avião que servia a Casa Civil foi cedido ao Corpo de Bombeiros Militar para atendimento prioritário à saúde. Para reforçar o trabalho de remoção de pacientes, definimos o aluguel de um segundo avião, também com uso prioritário para a saúde, a fim de garantir a cobertura em todo o estado”, destacou o governador.

Ou seja, antes da gestão de Carlos Moisés, o governador do Estado contava com duas aeronaves à disposição, que eventualmente eram utilizadas pelo serviço de saúde. Agora, a saúde tem duas aeronaves permanentemente à disposição.

“Na impossibilidade de usar voo de carreira para atender aos compromissos, tenho, sim, me deslocado pelo estado e eventualmente fora dele com uma dessas aeronaves, mas jamais em prejuízo à saúde”, reforçou o governador, acrescentando que o transporte de pacientes por avião é agendado, feito de um hospital para outro – as emergências são atendidas por helicópteros do governo.

“Nossa gestão austera e transparente, que economiza mais de R$ 650 milhões por ano apenas com revisão de contratos, enxugamento da máquina e digitalização de processos, ainda incomoda muita gente”, destacou o governador, acrescentando considerar lamentável que adversários apelem para notícias falsas e distorções a fim de manipular a opinião pública e para tentar prejudicar a imagem da atual administração do Governo do Estado.

Fake news

No início da semana, começaram a circular nas redes sociais ilações segundo as quais uma criança teria deixado de ser transportada do interior para a Capital em razão do uso da aeronave Arcanjo 06 para deslocamento a Brasília, o que não aconteceu.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.