Fórum Sindical promove debate sobre a implantação da Tarifa Zero no Transporte Público de Brusque


O Fórum das Entidades Sindicais de Trabalhadores de Brusque e Região (Fórum Sindical) realiza na quinta-feira, 24 de agosto, o ‘Debate sobre a implantação da Tarifa Zero no Transporte Público de Brusque’. O evento terá início às 18h30, no Auditório do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Fiação e Tecelagem de Brusque (Sintrafite), localizado na Rua Tiradentes, nº 35, bairro Centro II.
Estão confirmadas as presenças do deputado federal Jilmar Tatto, autor do Projeto Tarifa Zero; da deputada federal catarinense Ana Paula Lima; do vereador de Florianópolis e coordenador do Movimento Catarinense da Tarifa Zero, Afrânio Boppré; além de autoridades de municípios do Estado que já implantaram o programa.
De acordo com a coordenadora do Fórum Sindical, Marli Leandro, toda comunidade é convidada a participar. “É um tema de grande importância para o nosso município, que historicamente sofre com problemas de transporte público, não só aos trabalhadores e trabalhadoras, mas à comunidade de forma geral. É preciso nos espelharmos em diversos países do mundo, onde o transporte público é eficiente, atende toda a população e queremos que isso seja uma realidade também aqui, em nosso município. A Tarifa Zero pode ser um dos elementos importantes para uma mudança de cultura em nossa cidade, com o maior uso do transporte coletivo e com isso, a melhora na questão da mobilidade urbana”, comenta.

Saiba Mais
A Tarifa Zero ou passe livre é uma política pública que prevê o uso do transporte público sem cobrança de tarifa do usuário final.
Ao menos 67 cidades brasileiras já adotam a tarifa zero em todo o seu sistema de transporte, durante todos os dias da semana, conforme levantamento da NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos), atualizado em março de 2023.
São cidades pequenas e médias, com populações que variam de 3 mil a mais de 300 mil habitantes.
Outros sete municípios adotam a política de forma parcial: em dias específicos da semana, em parte do sistema ou apenas para um grupo limitado de usuários, segundo os dados da NTU.
E ao menos quatro capitais estudam neste momento a possibilidade de adotar a tarifa zero em seus sistemas de transporte: São Paulo, Cuiabá, Fortaleza e Palmas, de acordo com levantamento da área de mobilidade urbana do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).
Fonte BBC

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.