Economia: Câmara de Brusque poupa quase 40% dos recursos disponíveis para a casa legislativa em 2021

Percentual equivale a pouco mais de R$ 4,5 milhões de economia para os cofres públicos.

Foto: Aline Bortoluzzi/Imprensa Câmara

A Lei Orçamentária Anual de 2021 (Lei Ordinária nº 4333/2020) previa uma destinação de até R$ 11,4 milhões (R$ 11.470.000,00) do Orçamento público do período para custear o funcionamento das atividades administrativas da Câmara Municipal de Brusque ao longo deste ano, como a remuneração de vereadores, servidores, prestadores de serviços, compra de materiais de expediente, manutenção de equipamentos e informática, entre outras.


Desse valor, a casa legislativa deixou de despender R$ 4,5 milhões (R$ 4.550.282,69), o que representa uma economia de 39,67% dos recursos que estariam disponíveis para o órgão. A quantia efetivamente empregada foi de R$ 6,9 milhões (R$ 6.919.717,31) ou 60,33% do total citado na lei.


A economia de R$ 4,5 milhões provém da quantia não requisitada pela Câmara à Prefeitura no decorrer do ano – R$ 4,2 milhões (R$ 4.270.000,00); mais R$ 280 mil (R$ 280.282,69) transferidos aos cofres do Poder Executivo nesta quinta-feira, 16 de dezembro.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.