Dia Nacional do Teste do Pezinho: saiba mais sobre a importância do teste realizado pela Clínica Uni Duni Tê

Triagem é oferecida de forma gratuita a todos nascidos em Brusque, Guabiruba e Botuverá;


Nesta terça-feira, 6 de junho, é celebrado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, que busca investigar doenças crônicas, metabólicas e infecciosas, que podem levar à deficiência intelectual e demais danos à saúde do bebê, se não forem tratadas desde os primeiros dias de vida das crianças. A data é uma forma de reforçar a importância da triagem neonatal, obrigatória e gratuita em todo o território nacional, desde 2001.


Em Brusque, desde 1991 o teste é feito na Clínica Uni Duni Tê, que funciona anexo à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque e realiza o exame nos bebês recém-nascidos do município e também das cidades de Guabiruba e Botuverá.


Feito a partir da coleta de gotinhas de sangue do calcanhar dos bebês, o Teste do Pezinho pode identificar até seis tipos diferentes de doenças: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, hemoglobinopatias (incluindo anemia falciforme), fibrose cística, hiperplasia adrenal congênita e deficiência de biotinidase. Em Santa Catarina, o Teste do Pezinho é realizado entre o 3º e 5º dia de vida do bebê, sendo preferencialmente no 3º dia.

Publicidade


De acordo com a enfermeira especialista em Saúde Coletiva e Saúde da Família, responsável pelo Teste da Clínica Uni Duni Tê, Alessandra Schmidt, quanto antes houver o diagnóstico dessas doenças, maiores são as chances de prevenção e tratamento. “Algumas doenças começam a demonstrar sintomas logo após os primeiros 15 dias de vida do bebê, assim este é o tempo ideal para a realização do teste e para dar o devido encaminhamento e início do tratamento, caso haja alteração para alguma dessas doenças”, explica.

Atendimento na região


Em 2022 ao todo, a Uni Duni Tê realizou coletas em 2.180 crianças, sendo que no total foram realizadas 2.407 coletas, já que alguns bebês precisam repetir o teste, no caso dos prematuros, os que receberam transfusão de sangue, ou quando a mãe fez uso de medicamentos (chamados corticóides) 15 dias antes do parto. “Desse total, em 2022, cinco crianças foram encaminhadas para acompanhamento, onde duas delas foram monitoradas por pediatras do município e as demais para o centro de referência e tratamento, que em Santa Catarina é o Hospital Joana de Gusmão, para a realização de exames complementares e tratamento”, explica a coordenadora da Uni Duni Tê, Valdede Batisti Archer.
Já em 2023, desde janeiro, foram 886 coletas realizadas pela Clínica até agora, sendo 89 recoletas.

UTI Neo e parcerias
Outro ponto destacado pelas profissionais da Uni Duni Tê é em relação às parcerias, em especial com a UTI Neonatal do Hospital Azambuja, já que os bebês prematuros ou que precisam ser encaminhados para a UTI Neo também realizam o teste, com a coleta feita no hospital e encaminhada para a Uni Duni Tê. “Temos uma comunicação integrada, para que nenhum bebê que esteja na UTI deixe de fazer o teste. As enfermeiras de lá fazem a coleta e a Clínica encaminha para a análise, dentro do período primordial. É um trabalho conjunto e que reforça que todo o sistema do SUS está interligado, dando continuidade na prevenção, promoção e tratamento da saúde da população”, comenta Alessandra.
Em relação à parceria com o Hospital Azambuja, em 2022 foram realizadas 89 amostras do teste em bebês que estiveram no “alojamento conjunto” do hospital, também conhecido como berçário; e 67 coletas na UTI Neonatal – tanto de bebês nascidos em Brusque como de outras cidades e que foram transferidos para os leitos de UTI no município.
Já em 2023, de janeiro até o mês de maio, foram 68 coletas, tanto na UTI Neo como no alojamento conjunto. “É um trabalho em parceria e de excelência, feito entre a Uni Duni Tê e o hospital”, enfatiza a enfermeira.

Agilidade e destaque na região
De acordo com a coordenadora da Uni Duni Tê, em relação às parcerias, além da UTI Neonatal e do Hospital Azambuja, a Clínica também atua de forma integrada com os demais hospitais da cidade, com a Vigilância Epidemiológica, e as Unidades de Saúde, para que todos os bebês nascidos realizem o teste.
As parcerias e também agilidade na realização do mesmo tem feito a cidade ser destaque no Médio Vale do Itajaí. “Em 2021 e 2022 sempre ficamos entre as cidades da região como uma das referências, pelo tempo ideal de coleta que é respeitado, e também o tempo de envio das amostras. Assim, alcançamos o máximo da prevenção, já que, se a criança tiver alterações no teste, necessidade de repetir a coleta ou de realizar exames complementares, será feito nos primeiros dias de vida”, enfatiza Valdete.

Prevenção
Entre os familiares que recentemente levaram os bebês para a realização do teste, estava Ana Vilma Oliveira Souto. Moradora do bairro Bateas, ela levou os filhos Emanuel e Emanuelly, gêmeos, para a realização do exame, na Uni Duni Tê. Por terem nascido prematuros, os irmãos precisaram ficar na UTI Neonatal por cerca de 20 dias e, após a alta, foram até a Clínica para a repetição do teste. “Nesse caso, como eram bebês prematuros, o teste foi realizado no hospital, e foi necessário repetir. É muito importante fazer, ainda mais por ser gratuito. Para a saúde deles é fundamental, para ver se está tudo bem. E se não fosse a Uni Duni Tê para nos atender, seria muito mais difícil”, comenta a mãe, que estava acompanhada da avó dos bebês Osvaldina Mendes Oliveira Costa.
Ambos também realizaram o Teste da Orelhinha na oportunidade, assim como os demais bebês, já que o mesmo também é oferecido na Clínica Uni Duni Tê, de forma gratuita.

Agendamento
Para a realização do Teste do Pezinho, os pais devem entrar em contato com a Uni Duni Tê através do telefone: (47) 3351-2482 (ramal 5) ou (47) 98459-0607 para o agendamento do teste, realizado de segunda à sexta-feira, no período da manhã, na sede da Clínica. Na oportunidade, além do Teste do Pezinho também é realizado o Teste da Orelhinha, bem como a coleta de informações sobre a gestação, parto, pós-parto, entre outras, que são importantes para o acompanhamento da clínica no desenvolvimento infantil das crianças.

Documentos necessários
Para a realização do exame são necessários: Cartão Nacional do SUS (do pai ou da mãe); cópia do Comprovante de Residência da família; Certidão de Nascimento do bebê ou Declaração de Nascido-Vivo; Carteira de Saúde do bebê; CPF ou RG dos pais; carteira de Gestante da mãe.

Serviço
Teste do Pezinho

  • Realizado pela Clínica Uni Duni Tê – Apae de Brusque
  • Agendamento, de segunda à sexta-feira, no período da manhã
  • Agendamentos através dos telefones: (47) 3351-2482 (ramal 5) ou (47) 98459-0607
    -A Uni Duni Tê fica na avenida Hugo Schloesser, nº 360, bairro Jardim Maluche, anexo a Apae de Brusque.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.