Desidério é considerado culpado, mas poderá recorrer em liberdade

Foto: Wilson Schmidt Junior -

Foto: Wilson Schmidt Junior -
Foto: Wilson Schmidt Junior –

Brusque – Após cinco horas de sessão, o conselho de sentença do Tribunal do Júri resolveu, por maioria, declarar culpado Luiz Felipe Desidério, até então acusado de homicídio doloso contra José Ecílio da Silva, em 17 de março de 2013. O fato, segundo consta nos autos do processo, ocorreu em 17 de março de 2013. Desidério conduzia um GM Celta de cor prata, quando acabou se envolvendo em um acidente de trânsito que resultou na morte de José Ecílio da Silva (30) e em ferimentos leves para Guilherme Herbile (18). De acordo com a acusação, o jovem estaria embriagado.

Saiba mais: “Embriagado? Homem que causou morte de motociclista em 2013 será levado à júri popular na próxima sexta”;

Ele foi sentenciado a seis anos de reclusão em regime semiaberto, pela prática do homicídio. Porém, foi absolvido da acusação da lesão corporal leve. Apesar da condenação, Luiz poderá recorrer em liberdade, já que assim esteve durante todo o curso do processo.

Publicidade

Confira parte do teor do resumo de sentença:

Submetido à julgamento popular, na sala secreta, em resposta a primeira série de quesitos submetidos à votação pelo Juiz Presidente, o Conselho de Sentença reconheceu, com relação ao crime de homicídio contra a vítima José Ecílio da Silva, por maioria de votos, a materialidade (1º quesito – 4×0), autoria (2º e 3º quesitos – 4×0 e 4×3) e responsabilidade de Luiz Felipe Dezidério, condenando-o pela prática do crime de homicídio doloso consumado descrito na pronúncia (4º quesito – 3×4).

Em resposta a segunda série de quesitos submetidos à votação pelo Juiz Presidente, o Conselho de Sentença reconheceu, com relação ao crime de lesão corporal de natureza leve contra a vítima Guilherme Herbile, por maioria de votos, a materialidade (1º quesito – 4×0), autoria (2º – 4×0), contudo, também por maioria de votos, não reconheceu a responsabilidade de Luiz Felipe Dezidério, absolvendo-o pela prática do crime de lesão corporal de natureza leve descrito na pronúncia (3º quesito – 4×2). 

por Wilson Schmidt Junior

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.