CRIME: Homem que filmou e armazenou pornografia infantil com sobrinha é condenado em SC


Um homem foi condenado a 15 anos, quatro meses e dois dias de reclusão, em regime fechado, por pedofilia no Vale do Itajaí. Além de filmar e contracenar em cenas pornográficas com a sobrinha de apenas sete anos, ele também adquiriu, armazenou e divulgou arquivos com conteúdo pornográfico com envolvimento de outras crianças e adolescentes.

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), o homem era integrante ativo de uma rede de compartilhamento de pornografia infantil. Entre outubro de 2021 e fevereiro de 2022, ele obteve e armazenou em seu aparelho celular 20 arquivos com diversas crianças e adolescentes em cenas pornográficas e de sexo explícito. Ofereceu ainda imagens de atos libidinosos com a participação da sobrinha e de outra criança não identificada.

Preso preventivamente desde maio deste ano, o reincidente teve negado o direito de recorrer em liberdade. A sentença prolatada pelo juiz Edison Alvanir Anjos de Oliveira Júnior, da 2ª Vara da comarca de Pomerode, transitou em julgado em outubro deste ano. O processo tramita em segredo de justiça.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.