Com afastamento de Yakecan para oceano, ventos diminuem de intensidade

Foto Fabrício Escandiuzzi/Ascom/DCSC

De acordo com o Centro de Monitoramento e Alerta da DCSC, a tendência é que na medida que a tempestade se afaste da costa, os ventos passem a diminuir de intensidade gradativamente. Por volta das 16 horas desta quarta-feira, 18, o sistema se encontrava centrado no oceano, na altura da região da Grande Florianópolis, e por isso seguia provocando rajadas de vento e deixando o mar agitado em todo o litoral. As condições permanecem até a próxima sexta-feira.

Mesmo assim, a meteorologista Elen Pelissaro destacou que o vento ainda deve atingir rajadas que variam entre 60 e 80 km/h e pontualmente chegar aos 100 km/h. “A passagem dessa tempestade vem provocando ondas em torno de quatro metros de altura, ressacas e alagamentos costeiros. Até sexta-feira poderemos ter ondas de até cinco metros”, afirmou. “A massa de ar frio deixa as temperaturas muito baixas até o início da próxima semana”.

Alerta emitido na tarde de quarta, alerta para a caracterização de “onda de frio” para os próximos dias. A atuação de uma massa de ar frio de origem polar, manterá as temperaturas baixas até a próxima segunda-feiura, 23. “Entre as noites e madrugadas, as mínimas ficam próximas ou abaixo de 0ºC no Planalto Sul, Planalto Norte e Meio Oeste e próximas dos 5ºC na Grande Florianópolis, oeste, Extremo Oeste, Serrana e Alto Vale do Itajaí”.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.