Censo 2022: Prefeito recebe representante do IBGE


O Prefeito Ari Vequi e o vice-prefeito Gilmar Doerner receberam, na tarde desta quinta-feira (09), o representante do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Técnico em Geografia e Estatística do IBGE, Jonathan Bernardi. No encontro, foram tratados assuntos como o estágio atual do levantamento de dados e a possível abertura, em breve, de novo processo seletivo para contratação de recenseadores, com cerca de 50 vagas para Brusque.

Para Ari Vequi, é muito importante receber os recenseadores para que se possa ter a real situação da cidade. “Saber o número de habitantes que temos, a situação econômica, para poder investir na cidade, saber para onde ela vai, para entender quantas crianças nós temos, quantos jovens, para poder realizar políticas públicas para atender melhor a população brusquense”, reforça.

Por isso, o Prefeito solicita que a comunidade atenda os técnicos do IBGE e responda às questões. “Peço à população que receba bem o recenseador, fale o que realmente está acontecendo em sua residência, o número de pessoas, para que possamos ter a real situação do nosso município. É uma cidade que a gente sabe que está em pleno desenvolvimento, mas que a gente precisa ter esses números para melhorar os índices de educação, saúde, para atender melhor o povo brusquense. Saber quantas pessoas somos faz com que as políticas públicas sejam melhor executadas em nosso município”, reforça.

Publicidade

De acordo com o Técnico em Geografia e Estatística do IBGE, Jonathan Bernardi, o Censo é o maior trabalho que o IBGE faz em todo país. Todos os domicílios vão ser visitados pelo recenseador, vão contar quantas pessoas têm, como elas vivem.

São dados fundamentais para todo o planejamento, seja público ou privado, nos próximos 10 anos. “O IBGE fez o último Censo em 2010, então já fazem 12 anos desde o último Censo, por isso é fundamental que todos recebam bem o recenseador, passem as informações corretas. Todas as informações passadas são sigilosas, o recenseador vai pegar as informações, anotar no equipamento do IBGE, a partir daí, a informação só vai ser divulgada de forma agregada a outros moradores, ou seja, nenhuma informação individualizada será divulgada”, esclarece.

Para que todo cidadão se sinta seguro em receber o profissional em sua residência, Jonathan ressalta que todo recenseador vai ser identificado, com crachá e colete, a matrícula também pode ser consultada no site do IBGE, para dar toda a segurança ao morador, que realmente é um funcionário do IBGE que está visitando seu domicílio.

“Hoje a maior dificuldade do trabalho do Censo aqui em Brusque é a falta de pessoal, e quando se trata do recenseador em si e do trabalho em campo, ainda hoje existe uma certa dificuldade de abordar os moradores. Por isso é necessário que recebam bem os recenseadores, que os atendam, que prestem as informações solicitadas. O recenseador é um funcionário público a serviço da nação e do nosso país, e claro, a serviço do município. Com as informações do Censo é que diversas políticas públicas municipais são planejadas”, acrescenta o técnico do IBGE.

E para que o levantamento de dados possa ser inteiramente efetuado, Jonathan revela que é aguardado, para breve, um novo processo seletivo, com cerca de 50 vagas de recenseadores disponíveis em Brusque. “Fiquem atentos ao site do IBGE e da Prefeitura, que estaremos divulgando assim que estiverem abertas as inscrições. É um trabalho remunerado por produção, então quanto mais tempo disponível a pessoa tiver, maior a renda que ela vai receber. É uma grande oportunidade para ter uma renda extra agora no final deste ano”, finaliza.

O recenseador tem como principal função entrevistar os moradores durante a coleta de dados do Censo Demográfico. Como a remuneração é por produção, ela pode variar de acordo com o tempo dedicado ao trabalho e o grau de dificuldade na abordagem aos domicílios. No site do IBGE, é possível calcular uma estimativa de rendimento em um simulador.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.