Câmara Mirim reivindica ao Governo do Estado segurança nas escolas e disciplina de saúde mental

Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

A Câmara Mirim de Blumenau realizou a 3ª sessão ordinária mirim do ano na tarde desta segunda-feira (10). A reunião contou com as presenças do presidente da Câmara, Almir Vieira (Progressistas), e dos vereadores Carlos Wagner – Alemão (União) e Diego Nasato (Novo). Também esteve presente o Gerente de Assuntos para Juventude do Município, Enzo Vieira.

Votação 

Durante a votação da Ordem do Dia os vereadores mirins discutiram e aprovaram 12 requerimentos e uma moção de apelo. 

Publicidade

A moção de apelo, de autoria da Mesa Diretora Mirim, requer ao Governo do Estado de Santa Catarina “maior segurança para as escolas de Blumenau diante a recente tragédia que assolou nosso município. Ademais, requisita, dentro das possibilidades, que seja incluída na grade curricular do ensino público de nosso estado, disciplina relacionada à saúde mental, com intuito de se promover a compreensão das interações humanas e os elementos relacionados à manutenção mental das pessoas.” A moção será transformada em ofício ao Executivo e a previsão é que seja entregue pessoalmente pelos vereadores mirins ao governador na visita já agendada à Casa d’Agronômica no próximo dia 19.

Os jovens parlamentares também realizaram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do ataque ao CEI Cantinho Bom Pastor, bem como aos seus familiares e amigos.

Tribuna

O presidente Almir Vieira comentou sobre o ataque feito à creche Cantinho Bom Pastor na última quarta-feira (5) e falou sobre as ações da Câmara para levar segurança a todos os estudantes da cidade da forma mais breve possível. Relatou o repasse de R$ 1,3 milhão retirados do fundo de construção da sede própria da Câmara para serem aplicados em segurança e também sobre a legislação aprovada para apoiar o Executivo na contratação de profissionais. Em seguida falou sobre a importância da Câmara Mirim e a grande oportunidade que cada um deles tem de chegar ao fim do ano com grande conhecimento político. “Me alegra saber que essa turma quer aprender e fazer a diferença”, assinalou.

Em seguida o vereador Carlos Wagner – Alemão apresentou um vídeo sobre a Associação das Escolinhas de Futebol da Alumetal – AEFA, que em 25 anos de existência já atendeu mais de 15 mil crianças. Apontou que uma das formas de apoio a essa causa é através de cotas para estampar logomarcas de empresas no “ônibus do bem” e nos uniformes. Também frisou que mais de 500 crianças atendidas pelo projeto não possuem um par de tênis, e pediu aos mirins que possam colaborar na arrecadação de chuteiras usadas. Também abordou o desafio de implantar sistema de coleta de água da chuva em todas as escolas do município para utilização nas descargas dos sanitários, além da implantação de sistemas de energia solar. 

No momento de formação o gerente assuntos para juventude do município, Enzo Vieira, abordou o significado de ser um vereador mirim, ressaltando que eles são a ponte entre o cidadão – suas escolas e comunidades – e o poder público. Falou sobre a importância de deixar legado, em especial políticas públicas municipais que perdurem, e deixou as portas abertas para que os jovens parlamentares o procurem. Convidou os vereadores mirins a se informarem sobre o programa federal ID Jovem e também sobre o Parlamento Jovem, realizado na ALESC. “É uma oportunidade de vocês pensarem juntos o que quer o jovem catarinense e discutirem como é o acesso desses jovens a cultura, lazer, ao sistema educacional e ao mercado de trabalho”, disse.

Durante os pronunciamentos os vereadores mirins abordaram assuntos como bullying, educação financeira, psicopedagogia, entre outros assuntos.

A próxima reunião ordinária mirim será no dia 24 de abril, às 9 horas, no Plenário.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.