Câmara de Vereadores de Brusque vota Projeto de lei destinado para crianças com autismo e seletividade alimentar

“Mais um benefício para as crianças autistas do nosso município” se alegra o vereador responsável pela autoria do projeto.


Na sessão ordinária desta terça-feira, 02, foi votado o projeto de lei que da direito para a criança com Transtorno do Espectro Autista – TEA, e alunos com restrição alimentar ou seletividade alimentar poderem levar seu próprio lanche para a escola pública ou privada em Brusque. O PL é de autoria do vereador Jean Pirola (PP).

O projeto concede o direito da criança levar o seu próprio lanche escolar perante apresentação de laudo médico e/ou nutricionista.

O vereador Pirola, usou a tribuna para se manifestar, “Como a criança (que possui seletividade alimentar) vai ás 7 da manhã pra um CEI e sai ás 5 da tarde sem comer um lanchinho?”

Publicidade

Ele ressalta que em especial ao dia da conscientização do autismo esse é mais um projeto que traz benefícios para as crianças autistas do município, assim como um projeto já votado na Câmara de autoria do vereador André Rezini que proíbe os fogos de artifício com sons, projeto também pensado principalmente para os portadores de TEA.

O projeto de lei foi votado em regime de urgência e aprovado com 11 votos favoráveis.

Colaborou Mariana Beuting

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.