Câmara de Blumenau aprova requerimentos e moção de apelo ao Comitê Olímpico Brasileiro

Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

A Câmara de Vereadores de Blumenau aprovou, na sessão ordinária desta quinta-feira (9), 31 requerimentos e duas moções, sendo uma de apelo. A moção 2/2023, de autoria do vereador Ito de Souza (PL), apela ao Comitê Olímpico Brasileiro – COB, para que “altere a decisão de exclusão da modalidade de Futsal do programa esportivo dos Jogos da Juventude 2023, que serão realizados no município de Ribeirão Preto – SP, entre os dias 01 e 16 de setembro”.

O vereador autor justificou que “a modalidade de Futsal é muito popular em nosso país, como também em nossa região, praticada por milhares de pessoas, além de possuir grande potencial econômico e de desenvolvimento social”. Segundo ele, muitas crianças e jovens praticam a modalidade e a manutenção da modalidade nos Jogos da Juventude 2023 é fundamental, uma vez que este é o principal evento de formação e revelação de atletas no Brasil, reunindo cerca de 4.500 atletas, de até 17 anos, oriundos de escolas públicas e privadas em sua fase final. 

A moção foi aprovada com 12 votos favoráveis e duas abstenções. O vereador Diego Nasato (Novo), ao justificar a abstenção, esclareceu que o partido não exige que os parlamentares se abstenham em votações de moções, mas que essa é uma promessa de campanha dele “em forma de protesto pelo excesso de moções de louvor e comendas de mérito que a Casa já apresentou no passado”.  

Publicidade

O vereador Ito lamentou as duas abstenções e assinalou que o esporte é um meio importante de tirar muitas crianças das ruas e das drogas. Acrescentou que por meio de um documento simples a Casa pode chegar até o COB pedindo que reveja essa situação para beneficiar mais de 4 mil atletas. 

Entre os requerimentos votados nesta quinta-feira esteve o Requerimento 153/2023, de autoria do vereador Adriano Pereira (PT). A proposição solicitava a realização de uma audiência pública, com urgência, na Câmara de Vereadores, para tratar sobre a falta de roçada em todos os bairros. O documento solicitava que fossem convidados a Secretaria de Serviços Urbanos, o Prefeito Municipal, a Procuradoria do Município (PROGEM), o Ministério Público, a Uniblan, Associações de Moradores de Blumenau e todos os vereadores para a busca de uma solução para esse problema. O requerimento foi rejeitado por 9 votos contrários a 5 favoráveis

Durante a discussão da matéria o líder do governo lembrou que há uma determinação do Ministério Público para que os proprietários realizem a limpeza e roçada na área de calçada defronte a seus imóveis, estejam eles ocupados ou não. Já os serviços oferecidos pelo poder público devem ser feitos apenas no meio-fio em direção à rua e na via em si. Disse que a discussão precisa ser feita, mas sugeriu que a audiência só fosse realizada após uma reunião no MP, para já levar à discussão com a comunidade o parecer do órgão. 

Após a votação que rejeitou a matéria, vários vereadores justificaram seus votos. Assista aqui a discussão. O vereador autor lamentou a decisão dos colegas e disse que a intenção também era ajudar o prefeito a encontrar uma solução para esse problema que aflige toda a comunidade blumenauense.

O presidente Almir Vieira (PP) sugeriu a formação de uma comissão de vereadores para ir ao MP discutir a questão em busca de uma solução, e se colocou à disposição para participar desse grupo de trabalho. O requerimento foi encaminhado ao arquivo. 

Durante a sessão o vereador Ito de Souza solicitou sua retirada do bloco parlamentar Podemos, PP, União Brasil, Solidariedade, Novo, PT, PL, PSD, PSDB e Cidadania, do qual era vice-líder. 

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.