Câmara Blumenau entrega Comenda Celina Guimarães Vianna


A Câmara de Blumenau realizou, na noite desta quinta-feira (30), no Plenário, sessão solene para entrega da Comenda do Mérito Feminino Celina Guimarães Vianna. Foram homenageadas com a comenda três mulheres que se destacam na conquista do espaço feminino no município. Os nomes das homenageadas foram indicados pelos vereadores proponentes e aprovados pelos demais membros do Legislativo Municipal. Esta foi a segunda vez que a Comenda foi entregue na Câmara – a primeira foi no ano passado. A criação da honraria foi aprovada em 2021 através do Decreto Legislativo Nº 1218/2021, de autoria da vereadora Cristiane Loureiro (Podemos). 

Cristiane Loureiro presidiu os trabalhos da sessão. A solenidade também contou com as presenças da vereadora Silmara Miguel (PSD), do vereador Fernando Mantau (PSDB), do atual secretário municipal de Cultura e Relações Institucionais e ex-vereador, Sylvio Zimmermann (PSDB) e do vereador licenciado e atual secretário municipal de Educação, Alexandre Matias (PSDB). Além deles, outras autoridades municipais, homenageadas, familiares e demais convidados.

A vereadora Cristiane Loureiro entregou a Comenda a Elke Willecke, que é sócia fundadora da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Blumenau, desde 1974. Foi presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Blumenau entre 1986 a 1988. Também é sócia fundadora da Casa da Amizade de Blumenau e de outras entidades da cidade. Participa do grupo de voluntárias da APAE desde 1972, entre outras participações em entidades e contribuições para a cidade. “Eu tenho a honra de entregar essa comenda para ela, que foi responsável por fundar diversas entidades, desenvolveu e desenvolve importantes trabalhos sociais com muito amor e dedicação. É uma história traçada por doação, em fazer o bem, em lutar pelo próximo e dar de si antes de pensar em si. É uma grande felicidade e satisfação em poder homenageá-la”, destacou.  

Publicidade

A homenageada Elke Willecke apontou que se sentiu muito honrada e feliz em receber a honraria da Câmara de Vereadores. Ela disse que se aposentou faz cinco anos. Lamentou por não conseguir contribuir como antes com todas as entidades que é e já foi envolvida. “Eu só recebi de volta aquilo que eu ofereci. É uma satisfação muito grande podermos ajudar as pessoas. Acredito que qualquer pessoa pode dedicar um tempo do seu dia para se doar ao próximo. Muitas vezes, eu tive dificuldades, mas sempre superei. Além de ser voluntária, eu assumi vários cargos, entre eles, o de coordenadora Nacional das Casas da Amizade, o que foi uma época muito feliz, pois eu conheci muitas entidades e pude trazer para Blumenau o que eu aprendi lá fora”, informou. Agradeceu aos seus familiares que sempre a apoiaram na caminhada. Agradeceu a Câmara de Vereadores pela honraria e agradeceu a todas as entidades das quais ainda faz parte. 

Uma das comendas foi entregue para a diretora geral do Colégio Shalom, Adriana Laurentino Moreira, por proposição da vereadora Silmara Miguel. A parlamentar discorreu sobre a formação e o currículo da homenageada, que é professora, atuando na área da educação por 21 anos. “Você é uma mulher forte, corajosa, determinada, ousada, mas sem perder a docilidade. Uma profissional impecável, que não tem uma carreira, mas sim a missão e o foco de cuidar das pessoas, principalmente dos seus alunos. Dedica a sua vida em prol da educação, mostrando a sua vocação e a riqueza que é viver seus dias no educandário. É uma diretora digna de muitos aplausos de todos e é uma amiga muito querida”, assinalou, falando ainda mais da dedicação que a homenageada têm com os estudantes. Silmara ainda exibiu um vídeo com depoimentos de estudantes para a homenageada.

Adriana Laurentino Moreira agradeceu a oportunidade e por este momento de homenagem. Ela compartilhou esta comenda com o grupo do Colégio Shalom, do qual faz parte. Apontou que o grupo é composto pelo colégio, pelo programa de contraturno, que atende crianças em situação de vulnerabilidade social, e também pela igreja Shalom. “A nossa missão é servir o próximo com amor. O nosso propósito é servir, acolher, amar e cooperar para ajudar a formar gerações. Estamos trabalhando e investindo a nossa vida, o nosso conhecimento e o nosso potencial na formação de uma geração que já está impactando o Brasil. E para tudo isso nós acreditamos que temos uma bússola, que é Jesus”, destacou, compartilhando a honraria com todas as pessoas que passaram pela sua caminhada de vida e a ajudaram a chegar onde está. 

O atual secretário municipal de Cultura e Relações Institucionais e ex-vereador, Sylvio Zimmermann, entregou a comenda para Christiane Schildwachter Buerger, que é vice-presidente da Associação Empresarial de Blumenau, gestão 2021/2023. Ela também trabalha na empresa Ártico Indústria de Refrigeração Ltda há 35 anos, empresa fundada pelo seu pai e o irmão dele. Desde 2011, ela é diretora presidente da empresa, que tem na direção suas duas irmãs. O secretário municipal lembrou de uma história de sua adolescência, quando conheceu o pai da homenageada. Também destacou a importância das mulheres no desenvolvimento econômico blumenauense. “Foi o trabalho de gerações de mulheres e a participação da mulher desde sempre no mercado formal que ajudaram a construir esse modelo econômico exitoso e de sucesso de Blumenau, que faz a cidade ser um grande diferencial. São mulheres como a Christiane. Nesses 35 anos de trajetória profissional não foram poucos os desafios encontrados e superados pela empresária. Com perseverança, obstinação e dedicação venceu todos eles e fez com que a empresa conquistasse o espaço que ela tem hoje no mercado nacional”, destacou o secretário. Ele destacou também o trabalho da homenageada no associativismo, sendo que será a primeira mulher a presidir a Associação Empresarial de Blumenau, uma entidade centenária da cidade. Por fim, leu um trecho de um livro, onde ela aparece com o pai, sobre a empresa.  

A empresária agradeceu a honraria, dizendo que foi uma grande alegria receber a comenda da Câmara de Vereadores e dos vereadores. Ela destacou o protagonismo das mulheres na cidade, que nos últimos tempos vêm conquistando seu espaço em cargos de poder e de decisão. “Nós, mulheres, começamos uma nova era em que estamos buscando nossos lugares. Não queremos ser superiores aos homens, mas estamos conquistando o nosso espaço e buscando poder ajudar a comunidade blumenauense a crescer”, destacou. Ela também falou do seu trabalho na Associação Empresarial de Blumenau. Disse que está na associação há seis anos e atualmente está como vice-presidente. “Para mim tem sido uma escola e acredito que todas as empresas deveriam participar de uma associação, pois isso agrega muito para nossa vida pessoal, mas principalmente para nossa empresa no dia a dia. É ali que acontecem as trocas de experiências”, apontou, convidando a todos a participarem, da sua posse como primeira presidente mulher da Associação Empresarial de Blumenau nos 122 anos de existência da entidade. A posse será no dia 29 de maio, no Teatro Carlos Gomes. “É um título que vou receber com muito orgulho e tenho certeza que foi fruto de bastante trabalho. Agradeço a minha família, que sempre me incentivou a alcançar os meus objetivos, principalmente meu pai e minha mãe”, concluiu. 

Por fim, o secretário municipal de Educação e vereador licenciado, Alexandre Matias, fez uso da palavra para parabenizar a vereadora Cristiane e a Câmara de Vereadores por abrir esse espaço para homenagear mulheres que fazem a diferença na cidade. Também destacou o quanto a sociedade vem avançando e o espaço que as mulheres vêm conquistando. 

A solenidade será reprisada pela TV Legislativa, nesta sexta-feira, dia 31 de março às 21h30 e no sábado, dia 1º de abril, e no domingo, dia 2 de abril, também às 21h30 nos canais 14 da NET, no canal aberto digital 4.2 e está disponível no YouTube.

Quem foi Celina Guimarães Vianna que recebe o nome da Comenda

A Comenda leva o nome da primeira eleitora do Brasil, que se alistou aos 29 anos de idade. Celina Guimarães Vianna nasceu em Natal, no dia 15 de novembro de 1890, era professora. Estava morando em Mossoró, no Rio Grande do Norte, quando que com o advento da Lei n° 660, de 25 de outubro de 1927, o Rio Grande do Norte foi o primeiro Estado do Brasil que estabeleceu que não haveria distinção de sexo para o exercício do voto. Dessa forma, em 25 de novembro de 1927, na cidade de Mossoró, foi incluído o nome de Celina na lista dos eleitores do Rio Grande do Norte, juntamente com outras mulheres, tendo exercido seu primeiro direito ao voto em 5 de abril de 1928, tornando-se a primeira mulher a votar no país, porém o Senado acabou invalidando os votos femininos daquele pleito, mas aquelas mulheres da época ficaram conhecidas pelo seu pioneirismo. O impacto do gesto dela trouxe inspiração para outras mulheres que vieram depois dela. O voto feminino foi adotado na Era Vargas em 1932. Celina morreu em 1972, aos 81 anos, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Essa mudança histórica reflete em avanços nas eleições de 2020, quando foram mais de 187 mil mulheres candidatas no país, sendo que mais de 1.400 foram eleitas para as Câmaras Municipais e tendo 658 mulheres eleitas como prefeitas. Nos dias atuais, a força e o pioneirismo de Celina servem de inspiração para homenagear mulheres de destaque e que merecem reconhecimento pelas suas contribuições na cidade. 

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.