Cacá Tavares cobra solução para ratos que invadem UBS do Limeira Baixa

Em Pedido de Informações, ele tece uma série de questionamentos ao Executivo relacionados à situação que verificou no posto de saúde


O vereador Cassiano Tavares, o Cacá (Podemos) disse durante a sessão ordinária desta terça-feira, 26 de outubro, que servidores da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Limeira Baixa têm se deparado frequentemente com fezes e urina de ratos nas dependências da repartição. Segundo o parlamentar, os servidores já formalizaram uma série de reclamações à Secretaria Municipal de Saúde a respeito do assunto. Eles também teriam contado ao vereador que há tempos a unidade não passa por uma dedetização e um médico chegou a acionar a Vigilância Sanitária devido à situação. Cacá esteve pessoalmente no local.


“Falaram que o pessoal da limpeza se empenha bastante, mas não dá conta. O médico falou que ontem [25], quando chegou para trabalhar, sua mesa estava completamente cheia de fezes de ratos”, afirmou o edil. “Isso vem se arrastando há bastante tempo, então, peço boa vontade e carinho do prefeito Ari Vequi e do secretário de Saúde, Dr. Osvaldo [Quirino de Souza], para cuidar desse problema”, emendou.
Em aparte, Nik Angelo Imhof (MDB), líder do governo na Câmara, informou que a última dedetização no posto teria ocorrido na segunda-feira, 25, mas Tavares refutou essa informação.
Cacá acrescentou que a tinta utilizada em pinturas na UBS não é lavável, o que vem dificultando os serviços de higienização e, além disso, o imóvel tem apresentado infiltrações.

Pedido de Informação
Como medida fiscalizatória, ele formulou um Pedido de Informações dirigido ao Poder Executivo.
Leia a seguir o texto da proposição de Cacá na íntegra: Nº 148/2021 do Vereador Cassiano Tavares, requer o envio de mensagem ao Senhor Prefeito Municipal solicitando as seguintes Informações, relacionadas à Unidade Básica de Saúde da Limeira Baixa: a) Qual a empresa responsável pela dedetização do espaço referido? O que prevê o contrato em relação à periodicidade da prestação do serviço? Por qual motivo ele não foi realizado no corrente ano?; b) Por que as infiltrações existentes não foram resolvidas previamente à pintura feita no início deste ano? Qual o motivo para a pintura dos ambientes internos ter sido feita com tinta não lavável, inadequada em um ambiente para saúde?; c) Por que não foram tomadas medidas para garantir a salubridade do espaço, em atendimento às solicitações apresentadas ao longo deste ano pelos profissionais lá lotados? Justificativa: para fins de conhecimento e de fiscalização.

Publicidadelm MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO BRUSQUE

A prefeitura se manifestou através de nota sobre a fala do vereador. A diretora geral de saúde, Camila Pereira, disse que a unidade do bairro Limeira Baixa passou por dedetização e desratização neste ano. A primeira ocorreu em março, a segunda neste mês de outubro, no dia 22, e no dia 25, teve um complemento do serviço. Além do uso de produtos adequados, armadilhas também foram colocadas no local. Cabe ressaltar que a empresa responsável prevê um prazo de 10 a 15 dias para que a dedetização tenha efeito.

“São 48 serviços que oferecemos, e temos diversas estruturas para isso. O cuidado é constante. Seja através de reparos, como também de dedetizações. Quando fomos informados em relação à UBS do bairro Limeira Baixa, pedimos urgência à empresa para realizar o serviço e na última semana reforçamos as ações”, explicou Camila.

A diretora também salientou que a Vigilância em Saúde também esteve no local e apresentou um relatório das ações a serem feitas por parte dos servidores.

O secretário de saúde, Osvaldo Quirino de Souza, disse estar tranquilo em relação ao que foi trazido na sessão e que colocará toda a sua equipe a disposição para esclarecimentos . “Iremos abrir uma sindicância interna para verificar a veracidade dos fatos apresentados. É papel do vereador a fiscalização, mas estamos tranquilos, pois temos a certeza que sempre buscamos fazer pelo melhor. Vamos fazer o que é certo, recebemos a denúncia e vamos apurar”, disse ele.

Camila reafirmou o compromisso da Secretaria com os servidores e com a comunidade. “Estamos atuando na busca constante de manutenção. Temos um cronograma de ações, seja para reforma, como também para essas questões. A Administração Municipal tem priorizado a saúde, para cuidar da melhor forma da população. E estamos à disposição dos vereadores e da população para esclarecimentos”, concluiu a diretora.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.