Brusque recebe autorização para empréstimo de 30 milhões de dólares do Fonplata

beira rio

Foi aprovada na manhã desta terça-feira (02), em Brasília (DF), a fase final do projeto de financiamento internacional de cerca de US$ 37 milhões da cidade com o fundo de investimentos Fonplata, sendo US$ 30 milhões do fundo de investimentos e cerca de US$ 7,5 milhões de contrapartida do Município.

A operação de crédito externo com o Fonplata foi aprovada por unanimidade na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal. Agora, o rito processual prevê somente a leitura no plenário da casa legislativa. Após isso, ocorre a assinatura do contrato com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), trâmite estimado em 15 dias para ser concluído e então ser iniciada efetivamente a liberação dos recursos.

O Fundo Financeiro para Desenvolvimento da Bacia do Prata é uma entidade financeira que apoia técnica e financeiramente a realização de estudos, projetos, programas, obras e iniciativas que promovam o desenvolvimento harmônico e a integração física dos países membros da Bacia do Prata: Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Publicidade

Com a instituição, Brusque tem a primeira operação de captação externa da sua história, para o financiamento de US$ 30 milhões. O financiamento prevê contrapartida municipal da ordem de US$ 7,5 milhões, fazendo com que o investimento total fique acima de US$ 37,5 milhões.

Devem ser executadas com os recursos do Fonplata a ETA Cristalina, a continuidade da Beira-Rio Dom Joaquim – que vai desde o Maluche até o bairro Dom Joaquim, como foi feita na margem esquerda, com canal extravasor; o novo acesso da Limeira, a drenagem do Rio Limeira, além de outras obras menores.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.