Brusque é a 4° cidade que mais registrou desastres naturais no Brasil em 2023

Fotos: José Carlos Paulini/Secom Brusque.

De acordo com informações divulgadas pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o Brasil enfrentou um aumento significativo no número de ocorrências de desastres hidrológicos ao longo do ano de 2023, estabelecendo um novo recorde. A média diária alcançou a marca de três desastres naturais por dia.

Esses dados revelam uma situação alarmante em relação ao aumento de catástrofes naturais no país, sendo que Brusque ocupa a quarta posição na lista de municípios mais impactados, totalizando 14 ocorrências ao longo do ano.

Segundo o Cemaden, foram registrados 1161 eventos de desastres, sendo que 61,7% deles foram relacionados a ações hidrológicas, como alagamentos de rios. Em Brusque, especificamente, o município enfrentou a terceira maior enchente de sua história em 2023, com o Rio Itajaí Mirim transbordando de sua calha em 11 ocasiões.

Publicidade

É importante ressaltar que este foi o primeiro ano em que o país encerrou com mais de mil ocorrências de desastres, com Manaus liderando a lista com 23 ocorrências, seguido por São Paulo com 22 e Petrópolis, no Rio de Janeiro, com 18.

Além disso, houve um aumento expressivo no número de alertas emitidos ao longo do ano de 2023. Todas essas ocorrências acarretaram impactos profundos em Brusque, resultando em um prejuízo de quase R$30 milhões, conforme apontado no relatório da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos. Os danos foram concentrados nas margens da Avenida Beira Rio, mas se estenderam por diversos bairros da cidade.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.