Blumenau ganha Casa do Tricô Artístico “Kunststricken”


A Casa do Tricô Artístico será inaugurada no dia 27 de maio, às 16h, na Rua General Osório, nº 3.804, bairro Água Verde, próximo ao terminal rodoviário urbano. O evento é aberto a convidados e ao público em geral. O local funcionará das 8h às 18h, nas segundas, terças, quintas e sextas-feiras. Agendamentos de visitas, contato para cursos e informações adicionais podem ser feitos pelo telefone (47) 3328-0155.

De origem alemã, o tricô artístico Kunststricken surgiu no século 19 derivado de rendas da tradição folclórica na região da Baviera, onde se desenvolveu popularmente. A técnica utiliza-se de cinco agulhas para criar uma trama com movimento geométrico em espiral, que depois é passado para agulhas circulares. Esta arte se destaca por criar designs complexos através da combinação de pontos em padrão geométrico, permitindo desenvolver uma variedade de peças de decoração e de vestuário. Um dos grandes mestres da técnica foi o alemão Herbert Niebling (1903-1966), designer mundialmente conhecido pelo trabalho desenvolvido com essa técnica. Desde então, desde o surgimento do tricô artístico vem sendo transmitida esta técnica de geração em geração.

Legado dos imigrantes

Publicidade

Em Blumenau, a mestra deste ofício, Úrsula Von Knoblauch, mantém viva a arte do Kunststricken. A técnica foi aprendida com sua avó, imigrante alemã, que a ensinou sobre o tricô artístico. Atualmente com 65 anos, tem na sua trajetória de vida o propósito de visibilizar esta arte na cidade e também fora dela.

Úrsula participou de feiras comercializando as peças produzidas e também promoveu cursos de formação para aprendizes da arte do tricô artístico.  Atualmente é a idealizadora da Casa do Tricô Artístico na Cidade, como local de referência cultural, oportunizando um meio de preservar a cultura e tradição alemã, permitindo a conexão com as raízes culturais. “A casa do tricô artístico poderá gerar atratividade à arte do Kunststricken, ser um local de comercialização de peças já produzidas e servir de ponto de formação para interessados na aprendizagem da técnica”, comenta Úrsula Von Knoblauch. “Estou também buscando interessados em investir na preservação dessa técnica”, complementa.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.