Assassino de esposa pega 21 anos de cadeia

Foto: divulgação -

Foto: divulgação -
Foto: divulgação –

Brusque – Com início às 8h30min e término às 12h30min desta sexta-feira (17), foi realizado no Fórum da Comarca de Brusque mais uma sessão de júri popular. O réu, desta vez, foi Joarez da Silveira, até então acusado e agora condenado de matar a sua ex-esposa, Terezinha Gomes, no dia 10 de novembro de 2014, com golpes de marreta ou porrete. Terezinha foi encontrada morta por um dos três filhos, dentro de sua residência situada no Bairro Nova Brasília.

Cerca de 16 dias depois o homem foi preso em Nova Palma, no Rio Grande do Sul. Ante o exposto, o conselho de sentença decidiu, por maioria, considerar culpado o homem pelo assassinato triplicamente qualificado por motivo fútil, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da mulher. O Juiz de Direito Edemar Leopoldo Schlosser, quem presidiu a sessão, o sentenciou à pena de 21 anos e quatro meses de prisão em regime fechado. Não foi concedido ao homem o direito de recorrer em liberdade, haja visto que ele permaneceu cerceado de liberdade durante todo o curso processual.

por Wilson Schmidt Junior

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.