Alunos de Brusque participam de Teste de Integridade das Urnas Eletrônicas


Na tarde desta sexta-feira (1º), alunos do Colégio Cônsul Carlos Renaux, localizado no Centro de Brusque, participaram da primeira etapa do Teste de Integridade das Urnas, uma das auditorias promovidas pela Justiça Eleitoral para assegurar o bom funcionamento do sistema eletrônico de votação.

Duas urnas eletrônicas que já estavam configuradas para a eleição do próximo domingo (3) foram sorteadas para passar pelo teste. São as urnas das seções eleitorais 60 e 225, localizadas na Escola Prof. José Vieira Corte e na Escola Rio Branco, respectivamente.

Na sequência, estudantes voluntários — e que ainda não são eleitores — votaram em 1.500 cédulas de papel que foram depositadas em urnas de lona. Os alunos escolheram entre as candidaturas oficiais que disputam o pleito na cidade.

Publicidade

Na manhã de domingo (3), parte dos votos serão abertos e digitados nas duas urnas eletrônicas sorteadas. Ao final, o resultado expresso no Boletim de Urna é comparado ao resultado dos votos em papel, com o intuito de atestar a integridade do sistema.

Este primeiro momento da auditoria foi coordenado pelo diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), Gonsalo Agostini Ribeiro, e acompanhado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), representado pela procuradora da 86ª Zona Eleitoral, Susana Perin Carnaúba.

Na próxima etapa, quando haverá a leitura e digitação dos votos, os trabalhos serão dirigidos pelos juízes eleitorais de Brusque e acompanhados por advogados da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) pertencentes a subseções de municípios vizinhos.

O chefe de cartório da 5ª Zona Eleitoral de Brusque, Osvaldo Atanazio, esclarece que não há prejuízo para as seções que tiveram as urnas sorteadas. “Nós trazemos as urnas para passar pela auditoria e reconfiguramos urnas de contingência, que vão para as seções eleitorais”, explica.

Guilherme Benedet, chefe de cartório da 86ª ZE de Brusque, destaca ainda que a Justiça Eleitoral está com todo o processo encaminhado para que a votação transcorra com tranquilidade no domingo. “Estamos com tudo configurado e todas as seções já foram vistoriadas, faltando apenas a distribuição das urnas, que deve ocorrer neste sábado”.

Colégio vai sediar todas as operações da Justiça Eleitoral

Além da auditoria de funcionamento das urnas, o Colégio Cônsul Carlos Renaux foi escolhido como base dos trabalhos da Justiça Eleitoral e acolherá outras atividades neste final de semana da eleição.

Ainda nesta sexta, as turmas de ensino médio da escola participaram de uma conversa com o diretor-geral do TRE-SC sobre as funções da Justiça Eleitoral. Foram realizadas dinâmicas para os estudantes refletirem e debaterem temas como democracia e representatividade.

Para os alunos do ensino fundamental, uma urna eletrônica foi disponibilizada para demonstração. As crianças se reuniram em um exercício democrático para escolher, por exemplo, entre “cuca, strudel, eisbein e marreco” para título de melhor prato típico regional.

O ato de concentrar os trabalhos da nova eleição em Brusque em um ambiente externo é parte de um esforço do TRE catarinense para experimentar inovações que tragam mais transparência e aproximem a comunidade do processo eleitoral.

A própria totalização dos votos, assim como a divulgação dos resultados e o atendimento à imprensa, também será feita no ambiente cedido pela escola.

Para Gonsalo Ribeiro, diretor-geral do Tribunal, o primeiro dia de trabalho no colégio já superou as expectativas e deixou ainda mais evidente a importância de um papel ativo da Justiça Eleitoral. “Os jovens, quando provocados, gostam do tema. Eles se engajam, passam a compreender melhor o processo e se tornam vetores da boa informação”, destaca.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.