A Beira Rio margem esquerda já teve mais de 24 milhões investidos

beira rio

A avenida Governador Luiz Henrique da Silveira, a nova Beira Rio margem esquerda, é a maior obra de mobilidade contínua já realizada em Brusque, já que outras construções públicas foram realizadas em etapas. A avenida de quatro quilômetros vai trazer inúmeros benefícios para os brusquenses.

Para a execução dos serviços relacionados foram investidos, até o momento, um montante de R$ 24.772.250. A secretária de Infraestrutura Estratégica, Andréa Patrícia Volkmann, fez um resumo das ações. “Foram realizadas escavações e transporte de materiais, a questão de terraplanagem, cortes de taludes, a retirada de solo inservíveis com solos apropriados para a avenida, a proteção das margens com enrocamento de terra armada, a drenagem que foi feita, os passeio com a ciclovia e a pavimentação asfáltica”, detalha.

Ela explica que atualmente as equipes trabalham na sinalização. “Agora estamos na fase de finalização de sinalização vertical e horizontal, temos um trecho que estamos finalizando, e executamos o paisagismo. Serviços complementares de pontes com prolongamento e construção de novas, a ponte do ribeirão São Pedro, que é uma ponte de 30m que aumentamos o vão para aumentar a vazão. O prolongamento da Mário Olinger, prolongamento da cabeceira com 15, 5m. São obras que após a liberação do trânsito, a população vai perceber a importância dela para o desenvolvimento da cidade”, conclui.

Publicidade

Conheça os números
Escavações e transporte de materiais – referência caminhões de 10mil m³
Escavação para corte taludes – 25,35 caminhões
Escavação mecânica de solos inservíveis – 14,12 caminhões
Recomposição com solos retirados de jazida – 13,80 caminhões
Transporte de material com caminhão – 69, 25 caminhões

Proteção das margens do rio
Enrocamento de pedra detonada, arrumada com escavadeira hidráulica –
diâmetro 0,80 m-1,80 t/m – 6mil 795 caminhões m³

Muro de terra armada
Muro de escama de concreto armado em solo reforçado com fita metálica com
altura de 4,0 a 6,0 – 7.299,00 m²- aproximadamente 1.500 metros lineares.

Drenagem pluvial
5.831,00 m-tubo concreto armado, classe pa-1, dn 300 mm
222,00 m-tubo concreto armado, classe pa-2, dn 400 mm
160,00 m-tubo concreto armado, classe pa-2, dn 600 mm
249,00 un-boca de lobo simples-grelha de concreto

Pavimentação e passeios
Pavimentação asfáltica 42.000,00 m² – mais de cinco campos de futebol
Calçadas 20.030,00 m² – cerda de dois campos e meio de futebol
Piso podotátil de concreto – 1.319,26 m²
Meio fio de concreto – quase 12 km

Sinalização vertical e horizontal
Pintura de faixa-tinta base acrílica-espessura de 0,6 mm -712,82 m²
Pintura de setas e zebrados-tinta base acrílica – espessura de 0,6 mm – 487,19 m²
Tacha e tachão refletivo bidirecional-fornecimento e colocação – 503,00 unidades
Placas de advertência e regulamentação – 74 unidades

Paisagismo
Plantio de grama em placas – 1.723,81 m²
Hidrossemeadura – 5.584,00 m²

Serviços complementares
Muro concreto tipo hélice contínua – 300m²
Uma ponte de concreto armado com vão 30 metros e largura de 16,50 metros
Prolongamento da ponte Mário Olinger com vão 15,50 metros e largura de 15,00 metros

Iluminação
Implantação de 130 postes
Instalação de 267 luminárias
Realizada a instalação de 34 mil 220 metros de cabos

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.