Unifebe Vargas PREFEITURA TEVAH

Sábado acontece a campanha Hepatite Zero em Brusque

Ação será realizada no centro de Brusque, no dia 5 de novembro e a população poderá fazer o teste gratuitamente;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – Você costuma utilizar alicates devidamente esterilizados e ao fazer uma tatuagem, observou se as agulhas eram descartáveis? Pois alguns cuidados simples, como levar seu próprio alicate para a manicure e exigir materiais descartáveis pode evitar o contágio da Hepatite C. A doença é um dos três tipos mais comuns de hepatite, porém é considerado o pior deles.

Com o objetivo de levar a público o conhecimento sobre a doença, incluindo os mais de 3 milhões de brasileiros portadores das hepatites B e C, que sabem que portam o vírus e os que ainda não se submeteram ao teste, assim como a população em geral, será realizada em Brusque, uma grande ação com testes gratuitos para detectar a Hepatite C.  A campanha chamada de Hepatite Zero, é realizada em todo país pela Associação Brasileira de Portadores de Hepatite (ABPH), Fundo Mundial de Hepatite (WHF) e Rotary Internacional. Em Brusque a campanha tem o apoio do Rotary, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Hospital Azambuja. “Queremos alertar a população de Brusque e da região para a importância de fazer os exames e, se o resultado for positivo, tratar a doença o mais rápido possível”, explica o médico Antônio Custódio de Oliveira Filho, que coordena a campanha na região. A ação será no próximo dia 5 de novembro, na Praça Barão de Schneeburg, durante o Sábado Fácil.

Segundo o médico, a Hepatite C é uma doença viral que leva à inflamação do fígado e raramente desperta sintomas. A maioria das pessoas não sabe que tem a doença, muitas vezes descobre através de uma doação de sangue, pela realização de exames de rotina ou quando aparecem os sintomas de doença avançada do fígado, o que geralmente acontece décadas depois.

De acordo com o Fundo Mundial para a Hepatite da Organização das Nações Unidas, cerca de 500 milhões de pessoas no mundo está infectada com os vírus para hepatite B e C, e apenas 5% delas sabem que tem a doença. No Brasil, existe cerca de 1,5 milhão de pessoas infectadas pela hepatite C, doença responsável por 70% das hepatites crônicas e 40% dos casos de cirrose, segundo dados do Ministério da Saúde. Mais de 80% dos casos mais graves de doenças do fígado, como a cirrose, o câncer e os transplantes de fígado são provenientes das Hepatites B e C.

Vale destacar que, se diagnosticada precocemente, a Hepatite C tem cura e, com a chegada de novos medicamentos ao mercado, a cura pode ser de 100%. No caso da Hepatite tipo B existe vacina que previne e um remédio que elimina o vírus completamente, o qual deverá ser aprovado nos próximos anos.

A ação realizada em Brusque inicia às 8h, os interessados passarão por uma triagem no local e em seguida já realizam o exame gratuitamente.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.