Unifebe Vargas TEVAH

Doenças de inverno – Saiba como se prevenir

Cuidados básicos podem evitar as típicas doenças que chegam com o frio

doenças de inverno

A temperatura começa a cair e com o frio chegam também, as doenças de inverno. “Principalmente, quando a mudança climática é brusca aparecem as virais (transmitidas pelo contato físico ou por gotículas através do ar), como os tipos de Influenza, que comprometem o pulmão”, explica o pneumologista Dr.Márcio Andrade Martins.

Segundo ele, estima-se que 30% da população brasileira sofre no inverno, com complicações devido ao frio e à poluição. Asma, bronquite crônica e enfisema pulmonar costumam se manifestar mais nesse período. Membro da Associação Catarinense de Pneumologia, ele conta que nos meses de junho a agosto, o consultório fica lotado de pessoas que desenvolvem as doenças típicas da estação. A incidência, também é maior claro, nas regiões onde as temperaturas são mais baixas. “Isso porque o organismo fica descompensado e essas doenças se manifestam”. Por esse motivo, assim que o paciente sentir os primeiros sintomas (febre, tosse, falta de ar), já deve procurar um especialista. “Se a situação se agravar, algumas doenças podem levar à morte. Um exemplo é a gripe, que pode evoluir para uma sinusite ou uma pneumonia fatal, tudo vai depender da imunidade da pessoa”, completa.

Martins afirma ainda, que não existe tratamento para as doenças virais. “Usamos algumas drogas, umas são boas, outras não. Pois essas doenças, são na maioria infecções e não tem tratamento. O que o medicamento faz é amenizar os sintomas. Fora isso, é preciso esperar que o ciclo do vírus encerre.” Numa epidemia como a do H1N1, por exemplo, o medicamento utilizado é o Tamiflu. Por isso, o diagnóstico cedo é tão importante. E lembra que existe a vacina… “Porém, é importante não tomar sem necessidade. Afinal, em determinadas pessoas pode haver uma reação semelhante à gripe.”

Para evitar a contaminação dessas doenças, basta seguir alguns cuidados básicos:

– Evitar ficar em ambientes fechados;

– Quando espirrar, usar lenço de papel;

– Higienizar sempre as mãos, se possível, com álcool;

– Ingerir bastante líquido;

– Praticar exercícios físicos;

– Ter boa alimentação;

“As pessoas se obrigam a se esconder do frio e procuram ambientes acolhedores e fechados nessa época. Mas, o ideal é ficar num espaço aberto e bem arejado”, recomenda ele.

Texto: Caroline de Souza

Foto: Ilustração

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.