Unifebe Vargas Neni TEVAH

Confirmado primeiro caso de Influenza A em Brusque

Brusque teve o primeiro caso confirmado de Influenza A subtipo H3N2. Trata-se de uma pessoa do sexo feminino, de aproximadamente 30 anos. A paciente percebeu os primeiros sintomas há cerca de 30 dias e está internada no Hospital Azambuja, onde recebeu medicação Fosfato de Oseltamivir (Tamiflu) e já está recuperada. Ela deverá receber alta ainda nesta quarta-feira (31). Até o momento, além deste caso positivo, foram cinco casos descartados e outros três encontram-se em investigação.
A coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Natália Cabral Marchi, ressalta que o número de casos suspeitos vem aumentando na cidade. “Tínhamos uma coleta por semana e agora temos feito uma por dia, o que pode até mesmo aumentar com a queda de temperatura”. Vale lembrar que a coleta somente é feita em pessoas internadas, com sintomas respiratórios de início súbito e evolução rápida.
Natália lembra que até o momento, os onze casos de Influenza no Estado de Santa Catarina são de Influenza A subtipo H3N2, vírus combatido pela vacina contra Influenza. “Todos os internados com casos suspeitos até o momento não haviam tomado a vacina, uns por não estarem no público-alvo e outros por não aceitarem receber a imunização”.
Previna-se
A Campanha de Vacinação contra Influenza foi prorrogada até o dia 9 de junho. Quem ainda não se vacinou deve procurar uma Unidade Básica de Saúde com sala de vacina ou o Centro de Serviços em Saúde, entre 8h e 12h e das 13h às 16h30. É necessário ter em mãos um documento de identificação, o cartão do SUS e a carteira de vacinação.
Este ano o público-alvo da campanha são gestantes, idosos com 60 anos ou mais, puérperas, crianças com idade entre seis meses e menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, povos indígenas, professores, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas da liberdade e doentes crônicos.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.