Unifebe Vargas Câmara

Câmara “salva” o dia e prefeitura fecha acordo com hospital de Azambuja

2017-10-31-PHOTO-00000245 (1)

A Prefeitura de Brusque anunciou em reunião nesta terça-feira (31) acordo com o Hospital Azambuja que garante o funcionamento normal do hospital para todos os pacientes via Sistema Único de Saúde (SUS).
O acordo foi viabilizado entre a Prefeitura, o Hospital e a Câmara de Vereadores, que fará o repasse de R$ 200 mil à prefeitura. Este valor corresponde a uma parte das sobras que a Câmara comumente repassa ao Executivo no fim do ano, como explicou o presidente licenciado, Jean Pirola, ao lado do presidente em exercício da Câmara, Sebastião Lima.

Acompanhando do vice-prefeito Ari Vequi e também do Secretário da Saúde, Humberto Fornari, o prefeito Jonas Paegle comemorou o acordo em entrevista coletiva concedida à imprensa ao lado do diretor do Hospital Azambuja, Fabiano Amorim. “Tinha plena ciência que chegariamos a uma solução que não prejudicasse a população. Como médico trabalhei 45 anos no Hospital Azambuja e sei como funciona toda a estrutura do hospital. Por isso, nos empenhamos para buscar uma solução, que foi possível junto com o apoio da Câmara de Vereadores”, destaca.
O prefeito ressalta que houve uma grande mobilização de diversos segmentos para ajudar a resolver a situação. Na sexta-feira, ele chegou a receber a visita do prefeito de Guabiruba, Matias Kohler, e de Botuverá, Neni Colombi. Segundo Paegle, é necessário uma soma de esforços de todos os administradores das cidades do entorno de Brusque, já que o centro hospitalar atualmente recebe pessoas de diversos locais. “O Azambuja hoje atende pessoas de Guabiruba, Botuverá, Gaspar, Itajaí, Canelinha, Major Gercino, Nova Trento, entre outros. Trabalhamos atualmente com uma população de mais de 200 mil pessoas, então todos têm a sua responsabilidade neste momento difícil”, ressalta.
Segundo ele, os prefeitos das cidades citadas serão chamados para conversar sobre a situação. O secretário da Saúde, Humberto Fornari, comenta que uma nova reunião será realizada em março, para uma rodada de negociação, já com dados correspondentes as demandas do Azambuja por municípios da região. Uma comitiva também será formada para posteriormente participar da reavaliação do contrato.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.