Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Gaspar confirma foco de dengue no bairro Margem Esquerda

O município recentemente descartou 11 dos 12 casos suspeitos. Um ainda está sob análise;

ILUSTRAÇÃO FOCO

Foto: ilustração –

Gaspar – A Secretaria de Saúde de Gaspar recebeu a confirmação de um foco positivo de dengue no bairro Margem Esquerda, na região próxima a entrada do bairro Arraial D’ouro. A larva do mosquito Aedes aegypti foi encontrada em uma das armadilhas instaladas pelo Programa de Controle da Dengue. Este é o primeiro foco do mosquito encontrado em 2015 em Gaspar.

A Secretaria de Saúde fará agora a delimitação de foco em um raio de 300 metros para vistoriar os locais onde os mosquitos podem se reproduzir. As visitas serão feitas a cada dois meses durante um ano. O Diretor de Vigilância à Saúde, Luiz Carlos Venske, pede a compreensão e a colaboração da população para que recebam bem os agentes de endemias. Todos eles estarão identificados com crachás. As casas que não tiverem ninguém para atender durante a semana serão visitadas aos sábados.

A Secretaria de Saúde de Gaspar contava com doze casos suspeitos de dengue. Destes, onze casos foram descartados e um caso aguarda resultado.

Para prevenir que o número de casos de dengue aumente no município, a Vigilância Epidemiológica está ampliando as armadilhas instaladas em Gaspar para controle da proliferação do mosquito da dengue e contratou mais dois profissionais para atuarem diretamente no combate à dengue no município. A Secretaria de Saúde também já promoveu em fevereiro e março deste ano capacitações sobre a dengue para os profissionais de saúde do município e está atuando em atividades de orientação para a população.

Além disso, está sendo feita a atualização do reconhecimento geográfico do município, para verificar quais as principais mudanças nos imóveis e também onde devem ser colocadas mais armadilhas.

Sobre a dengue 

É uma doença infecciosa causada por um arbovírus. Considerado um grave problema de saúde pública, ocorre principalmente em países tropicais, onde as condições são mais favoráveis à proliferação do mosquito transmissor o Aedes aegypti. A transmissão se dá pela picada do mosquito fêmea infectado pelo vírus, que se infecta picando pessoas doentes.

Sobre os cuidados da dengue

É importante não deixar nenhum recipiente com água parada; verificar se as caixas d’água estão bem vedadas; tratar piscinas com cloro e limpar uma vez por semana; colocar na lixeira copos, garrafas e latas vazias dentro de saco plástico bem fechado; manter as calhas para água da chuva desentupidas; colocar areia nos pratos dos vasos de plantas; remover regularmente a água acumulada em folhas de plantas como bromélias e manter ralos fechados e desentupidos.

 

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.