Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Fesbraer reúne milhares no primeiro dia de evento

Reportagem de ODV conversou com um brusquense que todos os anos "bate o ponto" no festival nacional;

IMG-20150502-WA0015 (800x510)

Foto: Marlon Roberto Machado –

Gaspar – Milhares de pessoas percorreram os espaços do Clube de Modelismo Asas do Vale, na cidade vizinha de Gaspar, no primeiro dia da 30ª edição do Festival de Aeromodelismo Brasileiro (Fesbraer). O evento, que já é super tradicional e faz parte do calendário anual de eventos do município, não reúne apenas apenas amantes dos aviões em escalas reduzidas, mas, também, dos carros, helicópteros e barcos.

A reportagem de Olhar do Vale (ODV) conversou com um brusquense que é apaixonado por aeronaves desde pequenino e todos os anos “bate ponto” no evento nacional. Marlon Roberto Machado (22) está se preparando para, em breve, pilotar aeronaves reais como profissão. Mas enquanto isso não acontece (ele está quase lá), as miniaturas fazem, e muito, a sua cabeça. “A Fesbraer vem se superando ano após ano e nesta 30ª edição não poderia ser diferente. Temos um público de diversas partes do Brasil que não vem só pelo aeromodelismo, mas também pelo helimodelismo, nautimodelismo e, também, automodelismo”, afirma.

O jovem também ressaltou as manobras aéreas realizadas por pilotos reconhecidos nacionalmente. São eles Fábio Borges e Adriano Lopes, o cabeça. “São aeronaves movidas por combustão e, também, por reação, os jatos”, disse Marlon.

Segundo o cursando de pilotagem privada, o que o atrai é a possibilidade de poder voar com os pés no chão. “Muitas pessoas ingressam no aeromodelismo para suprir a vontade de um dia poder voar realmente. Isso muitas vezes acontece e o aeromodelismo vira uma espécie de hobbie (…) a primeira vez que eu fui foi em 1997, com meu pai. Tivemos que assistir a apresentação da esquadrilha da fumaça da rodovia, pois, não tinha como chegar no evento, tamanho o público”, pontua. Em 2016, ele planeja voar com os seus próprios aeromodelos, o que não foi possível nesta edição.

Drones

As famosas aeronaves em escala reduzida, controladas remotamente, entraram definitivamente no mercado. Pelo menos foi isso que se viu nas diversas lojas presentes na Fesbraer. Os equipamentos são muito utilizados para acoplar câmeras em tomadas audiovisuais aéreas.

Confira algumas imagens do evento:

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.