Unifebe Vargas Neni

Vereador questiona veículos da Prefeitura abandonados em matagal

Para Moacir Giraldi, se trata de prejuízo ao erário público e um risco à saúde pública;

Foto: Moacir Giraldi -

Foto: Moacir Giraldi –

Brusque – Em mais um embate entre situação e oposição governista na sessão da Câmara de Vereadores de Brusque realizada nesta terça-feira (26), o assunto foram os diversos veículos pertencentes a Prefeitura de Brusque que estão abandonados em um terreno que pertence ao município. Bastante alterado e cobrando a atenção de parte da bancada petista que desdenhava de seu pronunciamento, Moacir Giraldi (PT do B) discursou sobre o assunto, ressaltando que os automóveis foram colocados naquele local ainda na época do prefeito cassado Paulo Roberto Eccel (PT), o que iria contra ao discurso sempre adotado pelo petista até então, de economia na máquina pública.

Giraldi também citou que há algum tempo um leilão foi realizado na cidade, com o intuito de dar fim aos automóveis ali alocados. Porém, sarcástico, fez pouco da ação, reclamando dos preços dos veículos. “Tinha carro ali sendo vendido por R$ 12 mil. Quem é que vai pagar R$ 12 mil num ferro velho desses?”, disse.

Horas antes, em uma postagem no seu perfil do Facebook, o petedobista já havia feito reclamação semelhante. “Encontramos vários carros da Prefeitura simplesmente abandonados ao tempo, camuflados no capinzal, dentre eles, um Ford Focus da procuradoria, uma GM Blazer do Tiro de Guerra e alguns veículos da saúde. Este patrimônio público abandonado, para quem quiser conferir, está no pátio de depósito da antiga secretaria de obras. É uma pena presenciar o desgoverno praticado por esse “santo” homem. Eis o dinheiro público jogado fora”.

Em aparte, o vereador Valmir Ludvig (PT) ressaltou que os veículos foram colocados ali depois que Prudêncio assumiu a Prefeitura, dizendo que antes estavam protegidos. Não bastasse, ainda qualificou Giraldi como arrogante e, também, “ruinzinho”, se referindo ao seu papel como legislador na Câmara de Vereadores de Brusque. Para o petista, trata-se de apenas mais uma tentativa de desqualificar tudo que Eccel fez a frente da Prefeitura de Brusque, durante os dois anos do seu segundo mandato.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.