Unifebe Vargas Neni TEVAH

Vereador Guilherme Marchewsky (PMDB) fará voto de silêncio em sinal de protesto

Diante da atuação situação do partido em cunho nacional o vereador declarou que não usará a tribuna para se manifestar sobre questões de corrupção

Vereador Marchewsky (PMDB)

Vereador Marchewsky (PMDB)

Diante do atual cenário que o país está vivenciando, o Vereador Guilherme Marchewsky do PMDB, fez uso da tribuna na sessão desta terça (13), para falar sobre sua indignação e mudança de atitude quanto às questões políticas nacionais.

Para ele, o silêncio será a melhor alternativa de mostrar que não compactua e não concorda com todas as decisões tomadas pelo partido, “Vou adotar a lei do silêncio, por entender que os partidos eles são fortalecidos devido a suas bases, e muitas vezes os “caciques” que estão a frente, eles usam as bases para poder se sobressair, tanto em suas candidaturas quanto para  as tomadas de decisões, bem como estamos acompanhando todo dia no pais” desabafa o vereador.

O Vereador declarou que não irá sair de seu atual partido, e irá cumprir seu mandando até o final, porém ressalta que essa mudança de atitude, o silêncio, será adotado apenas as questões políticas de nível nacional e estadual, quanto aos anseios e necessidades da população brusquense deixa claro que irá se manifestar e dar continuidade ao trabalho que já vem desenvolvendo no município.

A partir de agora os temas serão somente locais, os temas que se referem-se a questões de corrupção “ Nós estamos sendo usados, a base está vendo isso, eu estou aqui representando a população brusquense como vereador, esse é o meu trabalho” ressaltou Guilherme

Por: Fernanda de Freitas

 

 

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.