Unifebe Vargas TEVAH

Vereador faz denúncia contra direção do Samae

Trabalhadores da autarquia municipal estariam sendo punidos por não comungarem de posição política da direção;

IVAN

Foto: Câmara Brusque – Brusque –

Nesta terça-feira (9) ocorreu mais uma sessão da Câmara de Vereadores do município de Brusque. E o vereador de oposição Ivan Martins (PSD), no uso do espaço destinado à Palavra Livre na tribuna, denunciou uma questão que, segundo ele, vem acontecendo no Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae). Segundo o pessedista, alguns funcionários efetivos que não comungam com a visão política do órgão e, até mesmo, do Poder Executivo municipal, estão sofrendo punições.

Martins denominou tal situação como sendo o famoso “chá de banquinho”, onde os funcionários “rebeldes” passam a ficar sem efetuar as suas funções, literalmente jogados de lado. O caso fica mais grave quando outros servidores que trabalham em outros setores são direcionados para a função que era efetuada pelo empregado afastado por não aceitar a visão política dos seus superiores. Isto, segundo Marins, configura Desvio de Função Trabalhista, púnivel com multa, de acordo com a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

De acordo com o vereador, será encaminhada denúncia ao Ministério Público acerca do fato. “Já faz uns meses que fui procurado por funcionários do Samae, onde eles nos mostraram uma relação de funcionários que estariam sendo utilizados de forma indevida pela autarquia. Funcionários efetivos que estavam, como forma de castigo, sentados nos famosos banquinhos, sendo que eram colocados outros servidores para efetuar a função. É uma forma cruel de punir os funcionários por não acompanhar a questão política da direção”, cita.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.