Unifebe Vargas

Secretária de Educação comenta declarações do Vice-prefeito

Gleusa Fischer analisou o impacto das declarações do presidente pepista

gleusa

Foto: divulgação –

Brusque – As declarações do vice-prefeito Evandro de Farias, que é o presidente do Partido Progressista (PP), de que o partido rachou com o governo Paulo Eccel ainda ecoam na cidade. É nítido que o partido está dividido em duas alas: os que querem continuar na administração, onde podemos citar os secretários de Educação Gleusa Fischer e de Obras Gilmar Vilamosky, além do diretor-presidente do Samae Rogério Ristow e os que são a favor de que o partido saia do governo como o presidente atual da sigla e vice-prefeito Evandro de Farias e o vereador Jean Pirola. Olhar do Vale procurou a Secretária de Educação Gleusa Fischer para comentar as declarações de Evandro de Farias que vem sacudindo a política da cidade. Acompanhe a entrevista:  

Olhar do Vale: Secretária, como a senhora analisa as declarações que o Vice-prefeito Evandro de Farias tem dado a mídia local manifestando seu descontentamento com o prefeito Paulo Eccel?

Gleusa Fischer:  Olha, nós interpretamos que existem divergências, posicionamentos diferenciados, mas isso faz parte da democracia, no entanto, nós entendemos que essas declarações foram prematuras. Nós ( a cúpula do PP) realmente estivemos reunidos e o encontro foi bastante agitado. Foi uma reunião que mostrou o posicionamento de 14 membros da executiva. Nós não fizemos votação. e sim tivemos uma definição que existem algumas pessoas descontentes. Eles tem todo o direito de se posicionar, mas acreditamos que não é hora de tomar um posicionamento de sair do governo. A única forma disso acontecer é o vice-prefeito renunciar ao seu cargo e isso nós achamos um ato de loucura e também não concordamos com isso. Esta é a única forma de dizer não aos cargos que ai seriam colocados a disposição do prefeito.  O prefeito quer a permanência do PP no governo e nós temos um compromisso assumido  de continuar trabalhando e trabalhando para a cidade. Nós  estamos ajudando a construir uma cidade melhor e fazendo aquilo que é da nossa responsabilidade. Enquanto eu estiver à frente da educação onde  estou desde 2 de janeiro de 2009 vamos realizar o nosso trabalho. Para mim este é um assunto encerrado e resolvido. Espero que a partir de agora a gente possa cada vez mais cumprir os compromissos assumido com a cidade. É o que a política espera de nós. 

ODV –  O que motivaram estas declarações na sua opinião Secretária?

Gleusa Fischer: Acho que foi um conjunto de situações que foram acontecendo dentro do governo. Eu não tenho dúvidas que um dos grandes fatos foi a situação da presidência da câmara e a outra situação foi a saída da Fabiana (Dalcastagné, ex-secretária da fazenda) que vinha  desempenhando um papel fundamental junto a secretaria da fazenda e tantos outros que ao longo do tempo. É como um casamento, várias coisas precisam ser arrumadas para que a gente consiga conviver. Precisa-se de muito diálogo e acredito que em um dado momento nós deixamos de dialogar com o prefeito, com o próprio Partido dos Trabalhadores. Nós temos que resgatar isso e eu penso que este é um conjunto de situações que não cabe aqui encontrar culpados. Quanto mais nós mexermos nisso eu penso que mais vai machucar. Agora é um novo tempo e nós vamos daqui pra frente tratar de resgatar e de reconquistar aquilo que temos que fazer pela comunidade.

ODV – Então quer dizer que as declarações do vice-prefeito não vão surtir efeito?

Gleusa Fischer: Olha  eu não sei o que vai acontecer, cada um tem a liberdade então eu posso te garantir que o prefeito quer o PP no governo, o resto é decisão pessoal ai eu não posso comentar.

Entrevista realizada por Anderson Vieira

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.