Unifebe Brusque Vargas Têxtil

“A responsabilidade de enterrar os mortos é do município”, diz Nene Colombi

A municipalização dos três cemitérios, a insegurança da SC 486 e educação foram os temas abordados durante a entrevista com o prefeito de Botuverá.

nene educação

Foto: Portal ODV

Olhar do Vale  conversou com o prefeito de Botuverá, José Luiz Colombi, o Nene,  sobre as atividades recentes da prefeitura. Entre elas, o acordo entre a igreja e a Prefeitura para tornar público os três cemitérios da cidade. Falou também sobre o asfaltamento da rodovia que liga o centro Botuverá até as proximidade das cavernas, além das  possíveis medidas para evitar acidentes no trecho que liga a cidade à Brusque.

Olhar do vale: qual a importância da municipalização dos cemitérios?

José Luiz Colombi: nós sabemos que a responsabilidade de enterrar os mortos é do município e Botuverá não tinha cemitério municipal. Então, nós conversamos com o pároco e o bispo sobre a possibilidade de entregar os cemitérios para a prefeitura. Primeiramente, a igreja fez as audiências públicas dos três cemitérios, o cemitério do bairro Ribeirão do Ouro, do centro e das Águas Negras. Durante as audiências, muita gente participou, a votação a favor foi quase unânime. Depois disso, nós fizemos a lei, os vereadores aprovaram na semana passada, então nós a regulamentamos. Tudo foi muito participativo, a diretoria dos cemitérios ajudou em tudo. A gente fez um regimento sobre o funcionamento dos cemitérios daqui pra frente. Não vai mudar muita coisa, nós não entendemos muito sobre enterros, então a gente vai deixar as mesmas equipes que estavam fazendo antes, mas agora com a municipalização. Acho que com a gestão nova há mais possibilidades de novos investimento. Faremos o melhor para a comunidade.

Olhar do Vale: os cemitérios passam para Prefeitura imediatamente ou a partir do ano que vem?

José Luiz Colombi: até o final do ano ainda vamos organizar tudo para o funcionamento dos cemitérios. Vamos fazer um arquivo, um sistema de cadastro para todos, a partir de janeiro daremos inicio a municipalização.

Olhar do Vale: o senhor acha que é viável a prefeitura administrar esses três cemitérios?

José Luiz Colombi: com certeza. Acho que o serviço é público e a Prefeitura tem mais poder de ação e também de investimento. A gente viu que a diretoria atual dos três cemitérios eram compostas por pessoas simples, que sempre trabalharam ali e sempre fizeram o serviço voluntário. Não existia funcionário registrado. A gente via ali uma precariedade na organização, sem registros, as pessoas sem direitos trabalhistas. Hoje eles estão registrados na prefeitura. Vamos iniciar um processo em parceria com a Igreja e ainda com a participação da diretoria dos cemitérios. Criamos um conselho com nove pessoas, três pessoas por cemitério, para nos ajudar a fiscalizar e também pra nos orientar pra que seja feito tudo dentro da normalidade.

Olhar do Vale: agora eles podem ser utilizados por pessoas de outros credos, não só católicos…

José Luiz Colombi: A partir do momento que ele é municipal, que ele é do Poder Público, nós não perguntamos a religião da pessoa, simplesmente fazemos o cadastro. O direito de ser enterrado é de todos então não vamos fazer distinção.

Olhar do Vale: prefeito, outro assunto é em relação ao asfaltamento da SC 486 do centro, até as proximidades das cavernas. A cidade começa a receber o asfalto essa semana?

José Luiz Colombi: a obra está acontecendo, acho que já está com 90% da abertura feita. Agora estamos pra receber a segunda parcela dos recursos do Fundam. Essa semana vamos fazer os primeiros 2 km de asfalto, já temos bastante coisa feita, acho que a obra vai ficar muito bonita. Os prazos são pra junho ou julho do ano que vem. Se o tempo deixar e tudo de certo a gente entrega essa obra ano que vem.

Olhar do Vale: prefeito, outra questão envolvendo a 486 é o número de acidentes que tem acontecido naquela via. O que a Prefeitura está fazendo, embora a estrada seja responsabilidade do governo estadual,  para aumentar a segurança nessa rodovia?

José Luiz Colombi: hoje (4) vamos iniciar uma conversa com Jones Bosio  (Secretário de Estado de Desenvolvimento Regional) pra ver o que nós realmente vamos fazer, porque existe muita contradição. Muitos vereadores dizem “vamos encher de lombada”. }Talvez resolva isso, mas aí vem outro problema do trânsito intenso que nós temos, principalmente caminhões e carretas e as lombadas podem dificultar o trabalho dos carreteiros que trabalham e que circulam ali. Vamos achar uma solução agora, vamos fazer os pedidos pra Secretaria Regional, principalmente a colocação de tachões e fazer um trevo alemão ali na piscinas, outro lugar muito perigoso; e também perto da igreja de Pedras Grandes.

Olhar do Vale: tem uma previsão de prazo, já?

José Luiz Colombi: acho que tem que ser já, assim  que se tiver uma definição, tem que ser feita já. Espero que a população entenda as ações que nós vamos tomar. Porque realmente é pro bem de todos. As vezes a gente só para pra pensar quando acontece o acidente, aí acontece um, mais um e acabamos não fazendo nada. Então realmente precisamos tomar uma decisão para minimizar os acidentes.

Olhar do Vale: pra gente finalizar, prefeito, vocês vão receber 1 milhão de reais pra construção de uma nova escola. Em qual bairro será?

José Luiz Colombi: nós temos um projeto com o Ministério da educação, estávamos esperando a liberação de recursos para a construção de uma escola nova no bairro Pedras Grandes. Então, essa semana foi depositada a primeira parcela e já estamos no processo de licitação. A escola vai custar um milhão e 19 mil reais, com seis salas. Ela vai ser construída perto da igreja de Pedras Grandes que, no meu ponto de vista, com a reurbanização, a expansão da indústria, é o bairro que mais vai crescer nos próximos anos. É uma escola que vai ser construída para o futuro. Depois de um ano de funcionamento dessa escola, teremos a possibilidade de abrir uma creche, que vai ajudar as mães que moram perto dessas fábricas e vão poder trabalhar. Então o bairro de Pedras Grandes merece.

Por Victória Severo

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.