Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Presidência da Ammvi vem à Brusque para tentar garantir permanência da cidade entre municípios associados

Presidente da associação, José Luiz Colombi esteve em Brusque na sexta, 17, para compreender o interesse de Brusque pela Amfri;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – A veiculação da notícia de que Brusque poderia vir a se tornar município associado da Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí (Amfri) motivou a vinda do presidente da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi), o prefeito de Botuverá José Luiz Colombi (PMDB), à cidade. Na tarde da última sexta-feira, 17 de fevereiro, ele foi recebido pelo presidente da Câmara Municipal, Jean Pirola (PP), o prefeito Jonas Oscar Paegle (PSB) e o vice-prefeito Ari Vequi (PMDB), na Prefeitura. Durante o encontro, Colombi quis compreender as razões do interesse dos governantes pela entidade congênere. O chefe do poder Executivo, o vice-prefeito e o presidente da Câmara se alternaram para expor, com pontos de vista semelhantes, os motivos da aproximação de Brusque com a Amfri, que estariam ligados tanto a fatores econômicos quanto sociais.

Vequi citou, por exemplo, a duplicação da rodovia Antônio Heil, entre Brusque e Itajaí, e a perspectiva de construção de um condomínio residencial no terreno da Fazenda Klein, como situações que ampliariam o elo entre os dois municípios. “A duplicação nos faz conectar mais com Itajaí do que a Blumenau”, disse o vice-prefeito, que também ressaltou os investimentos por parte de empresários brusquenses nas cidades litorâneas. “Os vínculos entre Brusque e os município da Amfri acabaram virando naturais”, acrescentou Vequi. Ele também citou o consórcio de Turismo e o projeto InovAmfri como aspectos positivos da associação.

Paegle, por sua vez, reforçou que o elo econômico entre Brusque e os municípios da Amfri deve se intensificar quando as obras na Antônio Heil estiverem concluídas. “Temos muita interação e há a necessidade organizar tudo isso”, comentou o prefeito, que observou ainda a aquisição de casas de veraneio por moradores de Brusque em municípios integrantes da Amfri, como Balneário Camboriú, Itapema, Porto Belo e Bombinhas. “Isso é um chamamento populacional. Estamos apenas vendo a tendência das coisas”, justificou Paegle. Em contrapartida, o turismo de compras traria a Brusque consumidores oriundos desses locais.

Das feiras realizadas no raio de alcance da Amfri, sugeriu Pirola, mais de 30% dos comerciantes são de Brusque. Em algumas situações, esse percentual seria ainda maior – 80%, de acordo com o vereador. Na avaliação dele, atualmente, a conexão entre Brusque e os municípios da Ammvi é bastante limitada, à exceção de Botuverá e Guabiruba, com os quais os laços seriam historicamente mais estreitos. Entretanto, o legislador ponderou que qualquer decisão sobre a permanência do município na Ammvi, ou seu desligamento da entidade, bem como sua integração à Amfri, terá de levar em conta prós e contras, benefícios e custos de cada associação – levantamento a esse respeito vem sendo providenciado pela Câmara Municipal. “O custo-benefício não é o valor pago, mas o retorno que se tem disso tudo”, disse Pirola ao comentar as vantagens das quais Brusque poderia usufruir particularmente dentro do consórcio de Turismo oferecido pela Amfri. A Fenarreco, exemplificou, seria a única festa realizada entre os associados no mês de outubro, situação favorável à divulgação do evento entre esses municípios.

Também estiveram presentes à reunião o secretário executivo da Ammvi, José Rafael Corrêa, que abordou, dentre outras, questões relacionadas a saneamento e meio ambiente, representantes da Agência Intermunicipal de Regulação do Médio Vale do Itajaí (Agir), e do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Vale do Itajaí (Cisamvi), como o presidente do Cisamvi, o prefeito de Guabiruba Matias Kohler (PP). Além deles, o servidor da Câmara Municipal Cristiano de Oliveira Goulart, designado para assessorar o presidente quanto ao assunto.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.