Unifebe Vargas

Pirola leva à Alesc pedido para que Brusque sedie o próximo curso de soldados da PM

Presidente da Câmara esteve com o deputado estadual Silvio Dreveck, presidente da Alesc, nesta quarta-feira, 15;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque/Florianópolis – Em viagem a Florianópolis na tarde desta quarta-feira, 15 de março, o presidente da Câmara Municipal de Brusque, Jean Pirola (PP), esteve na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), onde entregou pessoalmente ao deputado estadual Silvio Dreveck (PP), presidente da Alesc, ofício acompanhado de requerimento de sua autoria, aprovado na terça-feira, 14, que cobra do governo estadual que Brusque seja contemplada, por meio do seu 18º Batalhão de Polícia Militar (18º BPM), como sede da próxima turma do Curso Formação de Soldados, oriundos do edital 014/2015.

“O deputado Dreveck encaminhará todos os ofícios que entregamos a ele ao governador Raimundo Colombo, ao secretário estadual de Segurança Pública, Cesar Augusto Grubba, e ao comandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Paulo Henrique Hemm, oficialmente, através da Assembleia Legislativa. Ele teve esse compromisso e entregará em mãos esse documento às lideranças. É um compromisso assumido justamente para que possamos pleitear a escola da PM para Brusque”, ressalta Pirola.

Na oportunidade, o também deputado estadual João Amin (PP) recebeu do vereador igual documentação, endereçada ainda ao deputado federal Espiridião Amin (PP).

Aprovação

Na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores, dia 14, Pirola argumentou que o pedido ao governo estadual por uma escola de soldados em Brusque está em pauta desde 2014. “Não fomos escolhidos em 2015, quando vários outros municípios de Santa Catarina foram, não apenas a capital [Florianópolis]. Sabemos que muitos dos soldados que se formam acabam ficando nessas respectivas cidades prestando serviços à PM, e isso não seria diferente em Brusque”, afirmou.

Ele ressaltou que, pelo edital 014/2015, serão criadas mais 1000 novas vagas na corporação. “Novamente, Brusque não foi contemplada. Ficamos intrigados, porque outras cidades de porte bem inferior, como Herval d’Oeste, Rio do Sul e Magra, receberam escolas da Polícia Militar”, enfatizou o parlamentar. “Brusque é a segunda melhor escola do Estado para a formação dos soldados na questão de infraestrutura, cursos, instalações e equipamentos, perdendo apenas para a capital”, acrescentou Pirola, para quem o município carece de representatividade política na Assembleia Legislativa, em Florianópolis.

Em apartes, manifestaram os vereadores Claudemir Duarte, o Tuta (PT), Sebastião Alexandre I. de Lima, o Dr. Lima (PSDB) e Deivis da Silva, o Deivis Jr (PMDB). “Fico entristecido, pois me parece que o governador [Raimundo Colombo] nunca demonstrou interesse em contribuir com a nossa cidade. Tivemos várias situações em que não se viu o mínimo interesse da parte dele”, disse Tuta. “Assim como na Educação e na Saúde, na Segurança Pública também há uma irresponsabilidade muito grande e falta de critérios na distribuição dos recursos públicos”, observou Dr. Lima, que elogiou a atuação do tenente coronel Moacir Gomes Ribeiro à frente do 18º Batalhão. “A Segurança Pública é um assunto de debate, que merece cada vez mais ser envolvido por todos os partidos”, afirmou Deivis Jr., que frisou a participação do Partido Progressista (PP) em cargos de confiança no governo estadual.

Por fim, Pirola defendeu a manutenção do Fundo de Melhoria da Polícia Militar (Fumpom) em Brusque.

Confira a íntegra do requerimento

Nº 13/2017, de Jean Pirola – Considerando a importância da Polícia Militar para a segurança de toda a comunidade de Brusque e Região; Considerando que o 18º Batalhão da Polícia Militar de Brusque, é responsável pela segurança das cidades de Brusque, Gaspar, Guabiruba, Ilhota e Botuverá; Considerando que desde o lançamento do Edital de Concurso Público nº 014/2015 para admissão no Curso de Formação de Soldado para ingresso no Quadro de Praças Policiais Militares – QPPM, não houve a escolha do 18° Batalhão da Polícia Militar de Brusque para a instalação da Escola de Formação de novos soldados; Considerando que o 18° Batalhão da Polícia Militar de Brusque é um dos mais completos do estado, graças a excelente administração de seu comando e aos recursos oriundos do Fundo Municipal – FUMPOM; Considerando que o quartel do Batalhão de Brusque, possui em sua estrutura: auditório com 82 lugares, sala de aula para 35 alunos, campo de futebol suíço oficial, pista de corrida, sala de defesa pessoal, academia esportiva, área de treinamento de polícia de choque, alojamento masculino e feminino, todos os equipamentos necessários para instrução e outras facilidades; Considerando a excelente localização e estrutura oferecida em nosso município, proporcionando assim aos futuros alunos uma localização próxima a aeroportos, rodoviárias, etc., Considerando a pujança do Município de Brusque, que ocupa importante colocação na economia catarinense, estando em destaque em termos de estrutura e preferência comparada e relativamente as demais cidades que também ainda não sediaram a Escola de Formação de Soldados, Edital 014/2015; Considerando a previsão que seja aberto em maio deste ano a instalação de uma nova turma do Curso de Formação de Soldados oriundos do Edital 014/2015; Este vereador REQUER, com amparo no artigo 117 e 122, incisos VII e XII da Resolução 6/2004, após ouvido o plenário, sejam oficiadas as seguintes autoridades: o Exmo. Governador do Estado de Santa Catarina – o Sr. Raimundo Colombo, o Exmo. Secretário de Segurança do Estado de Santa Catarina – o Sr. Cesar Augusto Grubba, o Comandante Geral da Polícia Militar de Santa Catarina – Coronel Paulo Henrique Hemm, o Deputado Federal Esperidião Amin, o Deputado Estadual João Amin e o Presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina – Deputado Silvio Dreveck, com a máxima urgência, para: 1 – Envidar todos os esforços necessários para INCLUIR o município de Brusque, através de seu 18° Batalhão de Polícia Militar, como sede para a instalação da próxima turma do Curso Formação de Soldados, oriundos do Edital 014/2015, Ou, alternativamente: 2 – Prestar esclarecimentos e informações, por escrito, acerca de todas as turmas do Curso de Formação de Soldados do Edital 014/2015: em quais cidades/batalhões foram realizadas as instruções e quais os critérios de seleção; 3 – Apresentar o cronograma de instalação da próxima turma do Curso de Formação de Soldados do Edital 014/2015, contendo: previsão de início, quantidade de alunos, pretenso batalhão a receber a escola com descrição completa da estrutura deste e critério de seleção utilizado, de forma pormenorizada. Certo que esta medida vem ao encontro do anseio da comunidade não só de Brusque, mas de toda a região, subscrevo-me.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.