Unifebe Vargas

Marcada nova sessão para julgar caso de Paulo e Farinha

Plenária do TSE ocorrerá no dia 16 de fevereiro;

Foto: Wilson Schmidt Junior -

Foto: Wilson Schmidt Junior –

Brasília/Brusque – Está marcado para o próximo dia 16 de fevereiro, uma terça-feira, a sessão plenária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que promete julgar o mandado de segurança impetrado pelo partido Solidariedade (SD) de Brusque, além dos recursos especiais eleitorais interpostos pela defesa de Paulo Eccel (PT) e Evandro de Farias, o Farinha (PP), através da coligação Tenho Brusque no Coração.

Paulo Eccel e Farinha foram cassados no ano de 2015, através de ação judicial eleitoral que apontou abuso de poder econômico e político. Desde então, com sucessivos pedidos de vista de aos recursos de ambos – feitos por integrantes da entidade eleitoral máxima -, uma verdadeira novela vem sustentando o ambiente de insegurança política no município de Brusque, governado interinamente por Roberto Pedro Prudêncio Neto (PSD), desde então.

Se não houver mais postergações, o futuro político de Brusque poderá ser definido com o agendamento de novas eleições, diretas ou indiretas ou, até mesmo, a volta de Paulo Eccel e Farinha aos cargos de prefeito e vice, respectivamente. A permanência do prefeito interino até a realização do pleito municipal não está descartada. A sessão plenária ocorre às 19h.

por Wilson Scmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.