Unifebe Vargas

Longe de ser unanimidade, Gleusa Fischer volta para a Secretaria de Educação

Anúncio foi feito nesta terça-feira;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque– Uma velha escudeira da era Eccel e Farinha retorna à Prefeitura de Brusque. Trata-se da pepista Gleusa Fischer. Adorada por uns e criticada por outros, Fischer reassume a pasta da Secretaria de Educação, local em que esteve durante a gestão do prefeito e vice cassados pela Justiça Eleitoral.

À imprensa, a secretária disse estar lisonjeada pelo convite para retomar a pasta. “É como um reconhecimento ao trabalho todo que foi desenvolvido. Venho para somar. Para fazer mais pela educação”, disse.

Bóca Cunha, prefeito que recém assumiu o comando do Executivo de forma interina, também enalteceu a figura de sua correligionária. “A Gleusa demonstrou a Brusque a sua competência , o seu trabalho e a organização pela educação de Brusque. Fico feliz em tê-la comigo, tenho certeza que ela tem a experiência e o conhecimento necessário para tocar essa secretaria,” destacou.

Não agradou a todos

“Nem Jesus Cristo agradou a todos”, já diz a velha máxima. Porque Gleusa, então, agradaria? O fato é que nos bastidores do poder a secretária de Educação está longe de ser unanimidade, até mesmo em camadas do PP, partido ao qual é filiada. O descontentamento atinge, também, certa parte da base aliada do governo na Câmara de Vereadores.

Tais desafetos já teriam, inclusive, reagido à nomeação com o próprio Bóca. Ele, porém, contemporizou, dizendo que agora as coisas seriam diferentes sob sua gestão.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.