Unifebe Vargas Neni TEVAH

Em coletiva, Prefeitura relata cenário caótico da Secretaria de Obras

Vários equipamentos estão em manutenção, o que impede a pasta de prestar os serviços rotineiros à população;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – Com o objetivo de cumprir com valores previstos para a prestação de contas do exercício de 2016, a Secretaria de Obras planeja, a partir das questões orçamentárias, as benfeitorias a serem executadas até dezembro deste ano. Dado o momento crítico da situação econômica do país e, consequentemente do município, o que afeta diretamente a receita da Prefeitura, os investimentos na pasta tiveram drástica redução. Vale ainda destacar que no segundo semestre há o pagamento do 13º salário e o reajuste salarial dos servidores públicos de 5,36%.

Além disso, a Secretaria de Obras, que conta com mais de 90 equipamentos, dribla os altos custos com manutenção e busca atender o município preventivamente com o maquinário que mantém trabalhando. Dos 19 caminhões basculantes pertencentes à pasta, seis estão em funcionamento. Dos sete caminhões carroceria que são utilizados para o transporte do pessoal, um está na oficina. Já das sete máquinas carregadeiras, apenas uma está em funcionamento, e das nove retroescavadeiras, oito estão em reparo. A motoniveladora, o rolo compactador e o hidrojato que pertencem ao órgão público também estão no pátio para manutenção.

“Por conta das medidas de ajuste para o fechamento de contas, a Secretaria lida com uma situação atual delicada. No entanto, estamos destinando nosso maquinário e mão de obra em ações preventivas na cidade, principalmente para esse período de maior instabilidade climática”, destaca o secretário, Marcelo Pavan. Segundo o gestor da pasta, serviços como desassoreamento de valas são intensificados no verão, com o intuito de melhorar o escoamento das águas nos pontos onde há indícios de alagamento. “Estamos reforçando também a desobstrução das bocas de lobo e a limpeza da cidade”, afirma.

Já os pedidos de patrolamento, uma das solicitações mais feitas pela população, serão concentrados nos próximos dias nas localidades de maior movimentação e onde há passagem de transporte coletivo e ambulância. A intenção do órgão é atender de forma planejada e eficiente, os pedidos encaminhados pelos moradores via Ouvidoria.

Pavan destaca ainda, que o planejamento é atualizado diariamente e alterado de acordo com as condições climáticas. “É importante destacar e pedir a compreensão da comunidade, uma vez que as chuvas do fim do dia, comum neste período do ano, desfazem o trabalho feito. No entanto, a programação das demais localidades deve seguir conforme o planejamento e a ordem de solicitações da própria população”, salienta.

Atualmente, mais de 800 ruas não possuem pavimentação e necessitam de manutenção periódica. A Prefeitura de Brusque se coloca à disposição para receber os pedidos via Ouvidoria ou por meio dos telefones 3350-1960 e 3350-1513.

Coletiva de imprensa

A atual situação da Secretaria de Obras foi apresentada na manhã desta quinta-feira, dia 3, em uma coletiva de imprensa. O evento foi realizado no Salão Nobre da sede administrativa da Prefeitura de Brusque. Estiveram presentes o atual prefeito José Luiz Cunha, o Bóca, e o vice-prefeito, Rolf Kaestner, além do prefeito eleito, Jonas Paegle e o vice Ari Vechi. Na ocasião, os representantes também expuseram o início da transição de governo, iniciada esta semana com uma equipe técnica.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.