Unifebe Vargas Neni TEVAH

Dr. Lima declara apoio aos servidores públicos municipais

Dr. Lima defendeu que sejam recusados planos abstratos e genéricos, desprovidos de medidas concretas;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – Em pronunciamento durante a sessão ordinária da última terça feira, 11 de abril, o vereador Sebastião Alexandre Isfer de Lima, o Dr. Lima (PSDB), afirmou ser solidário às reivindicações dos servidores públicos municipais pelo reajuste salarial – o sindicato da categoria pleiteia junto à Prefeitura um aumento de 6,69%. Para o legislador, o percentual é justo: “Os servidores são os profissionais por onde a máquina administrativa respira e se move”, disse o parlamentar.

Dr. Lima defendeu que sejam recusados planos abstratos e genéricos, desprovidos de medidas concretas. Sob o ponto de vista do vereador, os servidores “merecem um tratamento permanente de reciclagem e constante aperfeiçoamento”. Ele sugeriu que esta atualização profissional aconteça por meio de instituições como Unifebe, Uniasselvi, Faculdade São Luiz, Furb e Univali, além de empresas de consultorias. O aperfeiçoamento profissional, observou, é um indispensável à prestação de serviços públicos de qualidade.

O vereador também argumentou a favor da valorização salarial dos servidores: “Por meio de uma política de quadros e salários justos, com o acompanhamento das lideranças sindicais, poderemos […] resgatar o entusiasmo, as expectativas e o prazer de servir a sociedade”. Mais adiante, ele acrescentou: “A valorização da força de trabalho desta categoria deve suplantar a falácia, a demagogia eleitoral e ser assumida como uma política de Estado”.

Num segundo momento, Dr. Lima se ateve à necessidade de modernização administrativa e tecnológica da Prefeitura, de forma que o órgão responda “de forma rápida e adequada aos elevados interesses dos contribuintes”. Na opinião dele, “é inadmissível que uma prefeitura do padrão de Brusque ainda não seja informatizada para processar informações em tempo real, com unidades de atendimento nos bairros para encaminhamento de alvarás, queixas, consultas, certidões, requerimentos, e ligadas ao centro de processamento de dados com informações instantâneas ao contribuinte”. As empresas privadas, frisou, “estão disparadamente à frente do poder municipal” nesse quesito.

Enaltecendo o papel do receptor dos serviços públicos – eleitores, consumidores e contribuintes, Dr. Lima citou o ex-prefeito José Germano Schaefer, o Pilolo: “Ninguém mora de graça em Brusque. A todos é exigido algum tipo de contribuição. Isto faz do cidadão um comprador de serviços. A descentralização, a desburocratização e os programas de avaliação devem dar à administração um perfil moldado as tendências ditadas pelo contribuinte”.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.