Unifebe Vargas Neni TEVAH

De saída pelos fundos: Eccel é o primeiro prefeito cassado da história de Brusque

Paulo Eccel e Evandro de Farias foram cassados por abuso de poderes econômico e político.

Paulo Eccel

Foto: Wilson Schmidt Junior –

A despedida de Paulo Eccel (PT) da prefeitura de Brusque não poderia ter outro tom: melancolia e a porta escolhida por ele e sua equipe para sair da prefeitura na tarde desta terça-feira (31) foi a dos fundos, muito parecido com o jeito em que saiu da prefeitura, após ser reeleito pela maioria dos eleitores.  Eccel foi o primeiro prefeito da cidade a deixar a prefeitura desta forma: cassado.

O adeus à administração de Brusque começou após uma reunião à portas fechadas com Roberto Pedro Prudêncio Neto (PSD) que entregava a ele o documento expedido pela justiça eleitoral determinando que se afastasse da prefeitura juntamente com seu vice Evandro de Farias (PP), que mais uma vez não estava na prefeitura.

Após o encontro no qual não foi permitida a entrada da imprensa, Eccel foi até o salão nobre onde uma plateia de opositores e a imprensa o aguardavam, demonstrando um gesto de coragem, pois sabia que a plateia a que o aguardava não era favorável ao seu governo. Se pronunciou aos presentes.

Ele falou pouco. Em seu breve comunicado com a voz embargada e acompanhado da sua esposa e a equipe do seu governo, ele agradeceu a imprensa pela cobertura aos vários atos do executivo e desejou sucesso ao novo prefeito. Eccel foi vaiado.

Após este momento, Eccel saiu rapidamente do salão nobre sem conceder entrevista à imprensa.  Ele e sua comitiva saíram pelos corredores em direção a porta dos fundos da prefeitura que dá acesso ao estacionamento e novamente um coro de vaias misturado ao de aplausos de alguns que o apoiavam.

O advogados de Paulo Eccel ainda tentam na justiça uma liminar para que ele volte ao poder até que o recurso no Superior Tribunal Federal (STF) seja julgado, mas até o momento não há posicionamento sobre a concessão ou não da liminar.

Uma nova eleição foi marcada para o dia 30 de abril. Ela será indireta conforme determina  a lei orgânica do município, ou seja, os vereadores é quem vão escolher o novo prefeito ou prefeita de Brusque que ficará no poder até dezembro de 2016.

Acompanhe aqui o áudio  a despedida do agora ex-prefeito Paulo Eccel:

Por Anderson Vieira

Foto: Wilson Schmidt Júnior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.