Unifebe Vargas TEVAH

Dança das cadeiras: entra Zancanaro (PSD) e Tuta (PT). Célio de Souza deixa Câmara hoje para Quito (PMDB) assumir

Os recém chegados foram recebidos por todos os vereadores com desejo de sucesso em seus mandatos;

QUADRO MATÉRIA DANÇA DAS CADEIRAS

Foto: ilustração ODV –

Brusque – Entre outras coisas, a sessão da Câmara de Vereadores de Brusque realizada nesta quarta-feira (8) foi marcada pela dança das cadeiras. Se por um lado os vereadores José Zancanaro (PSD) e Claudemir Duarte (PT), o Tuta, assumiram a vereança após a situação da cassação do prefeito e vice de Brusque, Paulo Eccel (PT) e Farinha (PP), por outro, foi a última vez – pelo menos por enquanto – que o edil Célio de Souza (PMDB) ocupou lugar no legislativo brusquense. A partir desta quinta-feira, quem assume é o primeiro suplente peemedebista, Norberto Maestri, o Quito, ex-secretário de turismo.

De acordo com Zancanaro, já na sua quinta legislatura, não foi a melhor situação para ascender ao cargo de vereador mais uma vez, porém, mesmo assim, agradeceu a confiança de todas as pessoas que, ainda em 2012, lhe confiaram o voto. “É sempre salutar, prazeroso, estar no parlamento. A gente já tem uma vivência de muito tempo, já estive nessa casa 18 anos e estou retornando num momento crucial, meio diferenciado, histórico para Brusque. Não gostaria que fosse dessa forma, mas quis o destino que eu estivesse aqui num momento desse para legislar, fiscalizar e contribuir para o bem estar social da comunidade brusquense”, afirma.

O ex-diretor presidente da Empresa Municipal de Pavimentação (Empav), em seu primeiro discurso na volta ao legislativo, agradeceu o trabalho realizado pelo seu colega de partido, Felipe Belotto Santos (PT), que esteve na plateia durante toda a sessão da Câmara, orientando seus correligionários. Da mesma forma que Zancanaro, Tuta disse que irá se pautar em benefício da população. “Meu trabalho sempre foi voltado para as menos favorecidos e irá continuar sendo feito desta forma”, afirmou o petista.

De saída, o peemedebista Célio de Souza relatou para a reportagem de Olhar do Vale (ODV) que foram dois anos e dois meses muito proveitosos. Falou que procurou fazer o melhor para o povo brusquense e que espera voltar para a sua cadeira na Câmara. Quito Maestri (PMDB), por ter conseguido dez votos a mais nas eleições 2012, assume o lugar de Souza nesta quinta. “Foi decidido ontem. Ele e o Manico, titular da cadeira, estiveram conversando comigo e foi tomado essa decisão”, pontua.

por Wilson Schmidt Junior

 

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.