Unifebe Vargas Neni

Ciro Roza é condenado por desvio e lavagem de dinheiro

Crimes teriam ocorrido no ano de 2007;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – O ex-prefeito de Brusque, Ciro Marcial Roza (PSB), obteve um novo revés na Justiça, com mais uma condenação, desta vez por desvio de verbas públicas e lavagem de dinheiro. O político foi sentenciado a uma pena de seis anos, dois meses e 20 dias de prisão em regime semiaberto.

De acordo com ação proposta pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), aceita e julgada pelo Poder Judiciário, o crime contra o erário público ocorreu em 2007, quando da compra de quatro mil toras para a Prefeitura de Brusque. Segundo o promotor Daniel Westphal Taylor, a aquisição apresentou diversas irregularidades. O único fornecedor a participar da corrida licitatória, Tiago Maestri, também foi condenado na mesma ação. Ele, na época, recebeu R$ 645 mil pelo material, que nunca teria sido entregue, além de ser superior as necessidades do paço municipal.

A defesa de Ciro pretende recorrer da decisão da Justiça.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.