Unifebe Vargas Câmara

Audiência pública vai debater projeto de financiamento da margem esquerda da Beira Rio

A Câmara Municipal de Brusque realiza audiência pública na próxima quarta-feira, 6 de dezembro, às 15h, no plenário da casa legislativa, sobre o Projeto de Lei Ordinária 69/2017, que autoriza o poder Executivo a tomar emprestados até R$ 23,9 milhões do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), destinados ao Plano Municipal de Mobilidade Urbana e à construção da margem esquerda da Avenida Beira Rio. Os recursos previstos são oriundos do Programa Avançar Cidades – Mobilidade Urbana, do Ministério das Cidades.
Em despacho emitido na terça-feira, 28 de novembro, no qual convocam a audiência pública, os presidentes das comissões de Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira, Celso Carlos Emydio da Silva (DEM), e Serviços Públicos, Leonardo Schmitz (DEM), citam “os potenciais impactos sociais e financeiros que a aprovação do Projeto de Lei nº 69/2017 poderá ocasionar” e adiantam que “a reunião terá por pauta o conteúdo do projeto a ser executado, a composição dos investimentos, o impacto financeiro nessa Administração e nas seguintes, acaso aprovada sua execução, dentre outras questões correlatas”.
Toda a comunidade está convidada para o evento, que deve contar com a presença de membros do governo, do poder Legislativo e de entidades. Além dos vereadores, serão convidados a participar, também, o prefeito, o secretário municipal de Orçamento e Finanças e o secretário municipal de Obras; representantes do Centro Universitário de Brusque (Unifebe); da Associação Empresarial de Brusque (ACIBr); do Clube de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Brusque (CEAB); da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Brusque (OAB Brusque); da Associação das Micro e Pequenas Empresas (AMPE); da União Brusquense de Associações de Moradores (UBAM); e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Brusque (CDL).

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.