Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Aníbal Boettger assumirá cadeira na Câmara de Vereadores de Brusque

Sindicalista falou com exclusividade ao Portal Olhar do Vale

DSCF0085

A dança das cadeiras continua acontecendo na Câmara de Vereadores de Brusque. Desta vez, quem assume uma das vagas no mês de setembro é o sindicalista Aníbal Boettger (PTC). O suplente ficará por um curto período de 30 dias ocupando o lugar de Edson Ruben Muller (PP), o Pipoca, que se licencia do cargo. Para falar sobre o assunto, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Fiação, Malharia, Tinturaria, Tecelagem e Assemelhados de Brusque e região (Sintrafite) concedeu entrevista exclusiva ao Portal Olhar do Vale.

Segundo ele, desde que ocorreram as eleições, em 2012, já era previsto e combinado o revezamento entre os principais nomes da coligação PP-PR-PTC. Na campanha ficou acordado de que haveria o rodízio no legislativo, até para que todos os suplentes tivessem a oportunidade de usufruir e se expressar. É um acordo firmado e que vem sendo cumprido, ressalta Boettger. Ele somou 932 votos, numa campanha “solitária”, como ele relatou, contando apenas com familiares e amigos. Sendo assim, tornou-se segundo suplente.

Ele citou um processo semelhante que ocorreu na Câmara de Brusque, logo após as eleições quando Deivis da Silva (PTC) assumiu como suplente no lugar Alessandro Simas (PR). Mais recentemente, Silva assumiu a Fundação Municipal de Esportes (FME) e Simas retornou à sua cadeira no legislativo brusquense.

Perguntado sobre qual bandeira pretende levantar durante o  período atuando na “casa do povo”, Boettger foi genérico e disse que pretende atuar, não só pela sua classe, mas, por toda a população. “Também quero abordar o sindicalismo, pois o trabalhador, a trabalhadora também faz parte da comunidade. Mas quero levar o meu trabalho de uma forma mais abrangente, não sendo específico”, pontua.

Posicionamento político:

Já é de conhecimento de boa parcela da população a situação peculiar que a Câmara de Brusque apresentou, neste ano de 2014, onde alguns integrantes do bloco situacionista se desvincularam desta bancada e formaram o dito “bloco independente”. Anibal foi questionado sobre qual será o seu “lado” durante o curto tempo como legislador e afirmou apoiar a administração atual, cumprindo com o que foi combinado na campanha eleitoral de 2012. Se você faz parte de um time, você joga com o time, salvo se algum dos integrantes cometerem uma falta grave. Eu penso em dar continuidade com o que foi combinado, porém, sempre pensando no bem da população”, afirma.

A câmara pode anunciar novos nomes em meados de outubro, ainda provenientes da coligação PP-PR-PTC. Cogita-se Ciro Francisco Imhof (PP) e Jonas Tadeu Demarchi (PP), no lugar dos vereadores do grupo que irão se licenciar em breve. Anibal citou que o próximo a deixar o cargo temporariamente pode ser o também pepista Jean Pirolla.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.